Você está aqui

Novembro Azul lembra importância da prevenção do câncer de próstata

  • 03/11/2014 19h51publicação
  • Brasílialocalização
Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil

Depois do mês dedicado ao combate ao câncer de mama, o Outubro Rosa, quando vários prédios públicos foram iluminados de rosa para chamar atenção sobre a doença, chegou a vez do Novembro Azul, para destacar a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Hoje (3), em sessão solene, o Congresso Nacional lembrou a passagem dos 26 anos do Dia Nacional de Combate ao Câncer – Saúde do Homem, para debater o tema.

Monumentos são iluminados de azul em apoio à campanha Novembro Azul para chamar a atenção dos homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata (Valter Campanato/Agência Brasil)

Palácio Itamaraty, em Brasília, iluminado de azul em apoio à campanha Novembro Azul para chamar a atenção dos homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata /Valter Campanato/Agência Brasil

Após a sessão, o prédio do Congresso passou a ostentar iluminação azul que ficará ao longo do mês de novembro, a fim de chamar a atenção dos homens para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

O deputado Dr. Jorge Silva (PROS-ES) chamou a atenção para a necessidade do exame urológico, o toque retal, principal forma de prevenir a doença. “Peço que os homens não deixem de recorrer ao médico somente quando a doença já estiver instalada”, afirmou o deputado, que é urologista.

Ele disse que é preciso combater o preconceito por parte dos homens que relutam em não fazer o exame. “A prevenção é decisiva para evitar que a doença se instale. Precisamos estar mais conscientes e deixar os preconceitos de lado”, completou.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) mostram que este é o sexto tipo mais comum de câncer no Brasil e o segundo mais frequente em homens, após os tumores de pele. No ano passado, foram identificados mais de 60 mil novos casos da doença.

Considerada uma doença da terceira idade, devido ao fato de três quartos dos casos ocorrerem em homens acima dos 60 anos, o câncer de próstata pode demorar a se manifestar, o que exige exames preventivos constantes para não ser descoberto em estágio avançado e potencialmente fatal.

A doença acontece quando as células da próstata, glândula responsável, juntamente com as vesículas seminais, pela produção do esperma, começam a se multiplicar de forma desordenada. Como forma de prevenção é recomendado que todos os homens, a partir dos 40 anos façam o exame de toque retal. Descoberta na fase inicial, a doença, quando tratada, tem baixa mortalidade.

Amanhã (4), a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara promoverá o 7º Fórum de Políticas Públicas e Saúde do Homem, das 14h às 18h. Originário da Austrália, o Movimento Novembro Azul é uma campanha de combate ao câncer de próstata da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), em parceria com o Instituto Lado a Lado pela Vida e com o apoio da Frente Parlamentar de Atenção Integral à Saúde do Homem.

Edição: Nádia Franco