Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Talibãs afegãos confirmam morte do líder Omar

Publicado em 30/07/2015 - 12:47

Por Da Agência Lusa Cabul

Talibãs confirmam a morte do líder mulá Omar (Agência Lusa/Divulgação)

A liderança do Emirado Islâmico e a família de Omar anunciam que o líder morreu por causa de uma doençaAgência Lusa/Divulgação

Os talibãs confirmaram hoje (30), em comunicado, a morte do seu líder mulá Omar, um dia após ter sido anunciada pelo governo afegão.

“A liderança do Emirado Islâmico e a família de Omar anunciam que o líder morreu por causa de uma doença”.

Pouco antes deste anúncio, o Paquistão tinha confirmado o adiamento da segunda rodada de negociações de paz entre o governo de Cabul e os talibãs, um dia após as autoridades afegãs terem admitido a morte do chefe histórico dos rebeldes.

Durante a rodada, prevista para amanhã (31) em território paquistanês, o governo afegão deveria começar a negociar um cessar-fogo com os talibãs, indicaram esta semana autoridades em Cabul.

“Devido às informações relacionadas à morte do mulá Omar e a da incerteza que suscitou, foi adiada a segunda rodada de conversas de paz afegãs”, informou em comunicado o Ministério dos Negócios Estrangeiros paquistanês.

“O Paquistão e os outros países amigos do Afeganistão esperam que a liderança dos talibãs continue empenhada nas conversas para que seja alcançada uma paz duradora no Afeganistão”, disse.

Os talibãs e o governo de Cabul promoveram as primeiras negociações oficiais no início do mês de julho, em Murree, perto da capital paquistanesa Islamabad, sob a supervisão dos Estados Unidos e da China.

Na terça-feira (28), a dois dias da nova rodada de negociações, as autoridades afegãs anunciaram que o chefe supremo do talibãs, o líder Omar, morreu em abril de 2013 em um hospital de Karachi, metrópole do Paquistão, país regularmente apontado de apoiar ação dos talibãs afegãos.

Edição: Juliana Santos Andrade

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias