Você está aqui

Alemanha desconhece paradeiro de 13% dos refugiados acolhidos em 2015

  • 26/02/2016 08h23publicação
  • Berlimlocalização
Da Agência Lusa

O governo alemão reconheceu desconhecer o paradeiro de 143 mil refugiados ou 13% dos migrantes que chegaram em 2015 ao país, de acordo com uma resposta do Executivo ao parlamento, hoje publicada no jornal Suddeutsche Zeitung.
O Ministério do Interior alemão respondeu a uma pergunta colocada pelo partido A Esquerda (Die Linke) e explicou ser esse o número de requerentes de asilo que nunca chegou ao centro de acolhimento.

Entre as possíveis razões para este número, o ministério citou a possibilidade de que os refugiados ausentes tenham continuado viagem para outro país da União Europeia ou que "tenham passado à ilegalidade". Na mesma resposta ao parlamento, o governo indicou que a Alemanha devolveu a outros estados-membros 3.600 refugiados e recebeu cerca de três mil no âmbito do mesmo processo.

Estes números voltam a destacar as dificuldades, a nível logístico e administrativo, da Alemanha para receber todos os refugiados que chegam ao seu território. No ano passado, Berlim registrou a chegada de 1,1 milhão de pessoas. No início do mês, o gabinete federal para a migração e refugiados indicou ter pendentes 770 mil pedidos de asilo.

Edição: Kleber Mota Vaz Sampaio