Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Governo do Rio terá plano de ação para primeiros 100 dias

Publicado em 26/12/2018 - 17:36

Por Cristina Indio do Brasil – Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

O governo Wilson Witzel vai começar em janeiro de 2019 com planos de ação para os primeiros 100 dias e ações estruturantes dos 180 dias. Segundo o coordenador geral da equipe de transição do próximo governo do Rio, José Luís Zamith, o planejamento é resultado do trabalho realizado pelos integrantes após sete “exaustivas semanas”, que não foi fácil, mas concluído com otimismo e espírito de superação.

“O objetivo traçado foi plenamente atingido. O resultado não poderia ser diferente e me traz a certeza do dever cumprido: diagnósticos situacionais efetuados, planos de ação setoriais de 100 dias prontos e marco de ações estruturantes para os 180 primeiros dias de governo definido”, disse em texto assinado por ele e divulgado no site do governador Wilson Witzel.

De acordo com Zamith, agora, as equipes vão se dedicar às suas futuras pastas. “Nós, fuzileiros [Zamith é capitão de Corveta e fuzileiro naval da Reserva], sempre dizemos que ‘ou chegamos todos à praia ou não chega ninguém’. Governador, estamos juntos. E juntos vamos mudar a realidade deste estado, restabelecer a credibilidade de nossas instituições e resgatar a autoestima do povo fluminense”, escreveu.

O futuro secretário disse que a missão de coordenar o processo de transição de governo do Estado do Rio de Janeiro que recebeu foi uma experiência nova e ainda terá pela frente alguns desafios. “O empenho e a coragem demonstrados pelas equipes ao longo deste processo me dão a certeza de que esta é apenas mais uma das muitas etapas que teremos de superar para contribuir com o governador em recolocar o estado na rota do crescimento e do desenvolvimento econômico e social”, escreveu Zamith, que conhece Witzel há mais de 20 anos e integrou a coordenação da campanha ao governo do Estado do Rio de Janeiro.

De acordo com Zamith, a equipe, embora pequena, é extremamente técnica e motivada. “Se por um lado é preciso reconhecer que a realidade com a qual nos deparamos é de fato grave e complexa, por outro, o compromisso e a capacidade demonstrados pelos técnicos, que abriram os dados das secretarias e produziram relatórios gerenciais consistentes, nos dão a certeza de que é possível retomarmos as rédeas sobre o futuro do nosso estado”, disse.

Edição: Fábio Massalli

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias