Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Polícia Civil apreende um milhão de brinquedos em comércio popular do Rio

Publicado em 22/12/2015 - 12:52

Por Da Agência Brasil Rio de Janeiro

Às vésperas do Natal, a Polícia Civil fez grande operação contra o comércio irregular e apreendeu, ontem (21), um milhão de brinquedos falsificados no Mercadão de Madureira, considerado o maior mercado popular do Brasil.

De acordo com a titular da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial, delegada Valéria Aragão, a ação visou proteger os consumidores na compra de produtos ilegais vendidos nos centros populares de comércio na busca de brinquedos a preços atrativos.

“Identificamos estabelecimentos comerciais, além de depósitos utilizados pelos lojistas para ocultarem e armazenarem artigos comercializados. Os depósitos funcionavam em residências alugadas, não  habitadas, numa vila na Rua Edgard Romero,” disse. 

De acordo com a delegada é necessário conscientizar a sociedade sobre os riscos que são submetidos os consumidores  na compra de produtos piratas para presentear crianças, já que são sinônimos de baixa qualidade, de falta de eficiência, durabilidade e garantia, além de frequentemente colocarem em risco à saúde e segurança dos usuários.

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), esclarece que na hora da escolha dos brinquedos, os consumidores devem sempre levar em conta os riscos à saúde e à segurança, além do estímulo educativo que os presentes podem proporcionar. Segundo o instituto para auxiliar no momento da compra, os consumidores devem observar o selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e a classificação indicativa de idade que são grandes indicativos de qualidade.

O Idec orienta que eventuais denúncias sobre irregularidades observadas nos brinquedos, como falta de certificação, identificação do fabricante ou importador, devem ser dirigidas ao Procon e aos órgãos delegados do Inmetro e do Ipem (Instituto de Pesos e Medidas) de cada estado. Em caso de acidente, a recomendação é que os pais consultem imediatamente um médico.

Edição: Valéria Aguiar

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Últimas notícias