Times do Rio de Janeiro anunciam volta parcial das atividades

Rio de Janeiro

Publicado em 25/05/2020 - 12:41 Por Raquel Junia - Rio de Janeiro

Clubes de futebol do Rio de Janeiro vão retomar as atividades de fisioterapia e reabilitação muscular dos atletas mas, por enquanto, sem treinos coletivos. As informações foram divulgadas depois de uma reunião, neste domingo (24), entre o prefeito Marcelo Crivella e dirigentes da Federação de Futebol, a Ferj, e de 14 clubes da série A do campeonato estadual. O Fluminense e o Botafogo, no entanto, optaram por não participar do encontro e mantêm a postura de não retomar atividades nesse momento.

 

Segundo a prefeitura, ficou estabelecido que os clubes adotarão o protocolo de segurança contra o coronavírus e uma data para volta das partidas sem torcida será estudada em novas reuniões. Crivella prometeu levar a questão ao comitê científico que assessora a prefeitura na definição de medidas relativas à crise sanitária.

 

A FERJ também divulgou uma nota sobre o encontro,, destacando que o protocolo chamado de Jogo Seguro de retorno aos treinamentos, elaborado pela equipe médica da federação, foi classificado na reunião como irrepreensível. A federação aposta ainda na volta das partidas sem torcida em meados de junho e afirma que até lá os clubes devem progredir passo a passo com fase de avaliação clínica, testes físicos, exercícios de reabilitação dos efeitos da inatividade muscular e atividades de recuperação da capacidade laborativa dos atletas.

 

A projeção da  FERJ, no entanto, esbarra no posicionamento de dois dos grandes clubes do Rio. O Fluminense divulgou uma nota sobre a ausência na reunião afirmando que não recebeu convite formal da prefeitura do Rio e apenas uma comunicação via whatsapp da própria FERJ sem informações sobre os temas que seriam tratados.

 

Dessa forma, o clube disse que preferiu ficar apenas em observação e que mantem a decisão de somente voltar ao futebol quando as autoridades de saúde emitirem parecer respaldado pela comunidade científica autorizando a volta dos treinos presenciais e jogos, com indicações claras de procedimentos e normas. O Fluminense reafirma ainda seu respeito à independência das decisões tomadas por outros clubes e pontua que se coloca, de forma solidária, à disposição para os debates em torno do tema, desde que se deem no ambiente da ciência.

 

Em um tom ainda mais incisivo contra qualquer retorno de atividades nesse momento, o presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, afirmou, pelas redes sociais,  que a posição do clube sobre o tema é cristalina e que seria desnecessário e até incoerente expor a diretoria aos riscos de participar da reunião. Ele reafirmou que o clube considera não ser o momento de retorno dos treinos presenciais e que o futebol é um instrumento de altíssimo impacto e repercussão social e que passar essa imagem no auge da crise, de aumento de mortes, é estar em desconexão com a realidade. Segundo o presidente, seria desumano com os atletas, comissão técnica e familiares qualquer retorno, e que o papel do clube é direcionar a consciência coletiva no sentido de que o momento é de ficar em casa.

Últimas notícias
Direitos Humanos

Corpo de Dom Phillips é velado em Niterói, no Rio de Janeiro

Durante o velório, um pronunciamento foi lido pela irmã do jornalista. Sian Phillips destacou os motivos que levaram Dom a ser assassinado e selou um compromisso de continuar o trabalho dele.

Baixar arquivo
Saúde

Navio hospitalar atenderá comunidades ribeirinhas do Pantanal

Até o dia 3 de julho, o Navio de Assistência Hospitalar Tenente Maximiano vai percorrer os 520 quilômetros no trecho sul do Rio Paraguai para atendimentos médicos e odontológicos.

Baixar arquivo
Educação

Covid: Fiocruz reafirma importância de manter aulas presenciais

A Fundação Oswaldo Cruz enfatiza que é necessário ter disponibilidade de testes para covid-19 na comunidade escolar e recomenda que seja dada prioridade à vacinação com doses de reforço aos trabalhadores da educação.

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: a Rádio Nacional

Não é possível contar a história do rádio no Brasil, sem mencionar a Rádio Nacional. Entre os anos 1940 e 1950, a emissora foi responsável por inesquecíveis programas, formatos e profissionais de nosso rádio.

Baixar arquivo
Geral

Acidente com avião de pequeno porte deixa três mortos em SP

Um avião de pequeno porte caiu em Salto do Pirapora no interior de São Paulo. Depois da queda, a aeronave pegou fogo. Três pessoas morreram no acidente. O piloto, a esposa e uma funcionária do casal. O corpo de bombeiros foi acionado pouco antes do meio-dia e trabalhou no resgate. 

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Multas ambientais são convertidas em insumos para proteção de animais

São equipamentos como mesa de atendimento veterinário, ultrassonografia, terapia a laser e a construção de recintos de voo, utilizados para tratamento e reabilitação dos animais.

Baixar arquivo