EBC distribuirá às TVs públicas produções financiadas pelo FSA

Audiovisual

Publicado em 25/05/2018 - 16:40 Por Carmen Lúcia - Brasília

A Empresa Brasil de Comunicação começa a distribuir para TVs públicas de todo o país 57 produções independentes produzidas nas cinco regiões brasileiras. Isso inclui séries de animação, ficção e documentários.

 

As obras foram financiadas com recursos da segunda edição da Linha de Produção de Conteúdos do Fundo Setorial do Audiovisual, também chamado de FSA 2015.

 

São aproximadamente, 200 horas de produção voltada para os públicos adulto, juvenil e infantil.

 

Três obras já estão disponíveis.

 

O documentário “A Terra e a Vida”, dirigido por Miguel Antunes Ramos, mostra os conflitos vividos por famílias indígenas de Boa Vista, em Roraima,

em meio ao recente desenvolvimento e urbanização do norte do país.

 


A outra obra é uma série de animação com 13 episódios chamada “Chapeuzinho de todas as Cores”, de Camila Kauling e Paolo Conti. A série é uma adaptação do livro “Chapeuzinho Amarelo”, de Chico Buarque.

 

E o documentário “Xavante – O Povo do Sol Nascente” conta a história desta etnia sob o olhar do diretor Divino Tserewahú Tsereptsé, um índio Xavante da aldeia de Sangradouro.

 

Os editais desta linha de financiamento são operados por meio de uma parceria entre a EBC, a Agência Nacional de Cinema e a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura.

 

Todas as TVs públicas podem ter acesso aos conteúdos. Basta aderir ao programa PRODAV/TVs Públicas, por meio da Central de Atendimento da EBC.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Prefeito eleito do Rio anuncia dez medidas contra covid-19

Eduardo Paes também confirmou Daniel Soranz como secretário de Saúde. Entre as medidas estão o rastreamento de contatos de pessoas contaminadas para evitar a cadeia de transmissão da doença, o reforço na testagem para o coronavírus e a agilidade nos resultados.

 

Baixar arquivo
Política

Parlamentares retomam atividades no Congresso após eleições municipais

Na Câmara, expectativa é a medida provisória que libera recursos para vacina da Oxford e a que cria o programa habitacional Casa Verde e Amarela. No Senado, haverá votações também, mas ainda não foi divulgada a agenda.

Baixar arquivo
Saúde

Internações por covid-19 em novembro aumentam 40% na cidade do Rio

No estado, há 364 pacientes aguardando internação. Desses, 231 precisam de UTI. Já a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria é de 72% na capital e de 62% em todo o estado do Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Segurança

Operação Sangria investiga fraudes e desvio de recursos públicos no AM

A Polícia Federal apura esquema que envolvia compra de respiradores e vinhos. Foram autorizados pelo STF quatro mandados e busca e apreensão. Há indícios de que funcionários do alto escalão da Secretaria de Saúde do Amazonas estariam envolvidos. A secretaria afirmou que está contribuindo com a PF para a apuração dos fatos.

Baixar arquivo
Eleições 2020

MDB é o partido com mais prefeitos; 11 deputados se elegem

Resultado das Eleições 2020 teve ainda Centrão com 2,4 mil municípios. Entre os partidos que formam o grupo, PP, PSD e PL são as legendas com o maior número de prefeituras. E o MDB foi o partido que mais elegeu prefeitos. Só em capitais foram cinco. Depois, vêm o PP e o PSD.

 

Baixar arquivo
Eleições 2020

Rio registra abstenção de 35% no 2º turno das eleições municipais

Número de pessoas que não compareceram às urnas neste domingo (29), 1,7 milhão, foi superior inclusive à quantidade de votos que deram vitória a Eduardo Paes. Ele recebeu 1,6 milhão de votos. Segundo o presidente do TRE-RJ, a pandemia contribuiu para a alta de eleitores que se abstiveram. Mas analistas acreditam que a falta de interesse nos dois candidatos que disputavam a prefeitura da cidade do Rio no segundo turno também foi fator importante.

 

Baixar arquivo