Choro pode ser tornar Patrimônio Cultural com a ajuda da população

Publicado em 18/11/2023 - 09:28 Por Carolina Pessoa - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

A sociedade pode contribuir com a processo de registro do gênero musical choro como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan.

O pedido de registro foi formalizado em 2012, pelo Clube do Choro, sendo depois reforçado por outras instituições e artistas. Agora, após aprovação pela área técnica do Iphan, e antes de ser enviado para avaliação final do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, estão abertas até o dia 3 de dezembro as manifestações sociais sobre a decisão, que podem ser enviadas para o e-mail dpi@iphan.gov.br ou feitas pessoalmente, na sede do Iphan em Brasília.

Marina Lacerda, coordenadora de registro e revalidação do Iphan, explica a importância desta etapa de participação social.

“É a oportunidade da sociedade como um todo se manifestar nesse bem cultural né, sobre a importância deste bem cultural. Até porque também é importante que chorões, ou detentores, pessoas associadas ao choro, tenham oportunidade de falar, porque é um bem cultural de ampla abrangência”.

Gênero marcado por grandes nomes, como Chiquinha Gonzaga e Pixinguinha, o choro possui mais de 100 anos de história, e é resultado de trocas culturais entre Américas, África e Europa. Seu valor consiste não apenas em aspectos sonoros, mas na sociabilidade gerada pelas rodas de choros e seus públicos. Marina ressalta as características que tornam o gênero tão valioso.

“O choro especialmente ele tem uma característica de junção do erudito com o popular, e que traz uma diferenciação musical muito importante, está presente em todo o território nacional. Em cada estado ele possui sotaques e diferenças que fazem com que ele seja único e ao mesmo tempo particular em cada região do Brasil. 

Marina Lacerda também explica que, a partir do reconhecimento, o choro ganhará mais valor, podendo receber mais apoio do Estado, com diálogo constante dos detentores da prática cultural e ações de fortalecimento. 

População pode ajudar a tornar o choro Patrimônio Cultural do Brasil 

Edição: Tâmara Freire / Alessandra Esteves

Últimas notícias
Economia

Preços na indústria sobem pelo 3º mês consecutivo

A chamada inflação de “porta de fábrica”, sem impostos e fretes, teve crescimento de 1,11% em outubro, na comparação com setembro. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (29) pelo IBGE.

Baixar arquivo
Justiça

Juíza vai ter conduta investigada após ter gritado com testemunha

O caso foi no município catarinense de Xanxerê no último dia 14, quando a juíza Kismara Brustolin, aos gritos, exigiu ser chamada de excelência pela testemunha.

Baixar arquivo
Saúde

Programa Nacional de Vacinação em escolas é aprovado em comissão

O foco principal  do programa é aumentar a cobertura vacinal dos diferentes imunizantes contemplados no Programa Nacional de Imunizações, que foi prejudicada pela pandemia da covid-19 e por notícias falsas.

Baixar arquivo
Geral

Natal decreta situação de emergência por conta das chuvas

As chuvas que atingiram Natal chegaram a 245 mm entre segunda e terça-feira, transbordando lagoas e alagando imóveis. Crateras foram abertas em ruas e avenidas, redes de drenagem foram afetadas, além da queda de árvores.

Baixar arquivo
Geral

Gonçalves Dias, ex-GSI, é indiciado pela CPI da Câmara Legislativa

O relatório da comissão da CPI dos Atos Antidemocráticos foi lido nesta quarta-feira (29) e pediu o indiciamento de mais de 130 pessoas por envolvimento nos ataques à sede da Polícia Federal e nas invasões às sedes dos Três Poderes.

Baixar arquivo
Geral

Quase 70% das rodovias brasileiras são consideradas de baixa qualidade

A CNT divulgou, nesta quarta-feira (29), a 26ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias. As rodovias públicas tiveram pior desempenho: 77% delas tinham más condições. Por outro lado, 64% da malha concedida foi bem avaliada.

Baixar arquivo