Viva Maria: Legado de Margarida Alves é lembrado por trabalhadoras rurais

Viva Maria

Publicado em 13/08/2018 - 08:42 Por Apresentação Mara Régia - Brasília

Viva Maria desta segunda-feira (13) rende-se à graça de uma flor que é bonita até no nome: Margarida! Também conhecida como crisântemo e Bem-me-Quer.


Em latim ela significa pérola, em inglês é Daisy, “Olho do Dia” numa alusão ao fato dela se fechar durante a noite e abrir-se à luz do Sol.


Mas para nós, aqui no Brasil, Margarida é nome de mulher. É, também, o nome de uma liderança que nasceu e morreu no mês de agosto e que, há 35 anos, continua sendo lembrada com muito carinho por milhares de Margaridas, na marcha que tomou emprestado seu nome.


No compasso dessa música, que une as mulheres rurais de todo o Brasil, em memória, queremos lembrar a luta de Margarida Maria Alves, a partir do texto com o qual a Contag, Fetags e sindicatos de trabalhadores rurais relembram a saga de Margarida.


Aspas, “eles não sabiam que Margarida era semente e se espalharia por todo o Brasil!”.


Mazé Morais, secretária de Mulheres da Contag – Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura -, conversa com a gente sobre o legado dessa liderança que em 12 de agosto de 1983 foi assassinada na porta de casa, na frente do marido e do filho pequeno.


Mas, antes, esta líder sindical paraibana disse, em um discurso de comemoração pelo 1° de maio (Dia do Trabalhador), que era melhor morrer na luta do que morrer de fome.


Até hoje essas palavras de Margarida ainda ecoam entre as mulheres trabalhadoras rurais e dão força à luta diária por representatividade e melhores condições de trabalho e de vida no campo.


Não é isso Mazé?


Viva Maria: programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Últimas notícias
Geral

FAB está de prontidão para resgatar brasileiros em áreas de conflito

Após os ataques do Irã a Israel, o governo brasileiro informou que está pronto, caso necessário, para resgatar brasileiros na área de conflito. Em nota, a Força Aérea Brasileira afirma se manter em prontidão para atuar a qualquer hora e em qualquer local, assim que for acionada pelas autoridades.

Baixar arquivo
Internacional

Conselho de Segurança da ONU faz reunião de emergência neste domingo

A reunião acontece após pedido de Israel, que foi atacado pelo Irã na noite desse sábado (13). O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, já se manifestou condenando o ataque iraniano e pedindo “o fim imediato das hostilidades”.

Baixar arquivo
Geral

Lei que criminaliza bullying prevê pena de até quatro anos de prisão

O objetivo da lei, sancionada este ano, é inibir essa prática nas escolas e, principalmente, no mundo virtual, onde o Brasil está no topo da lista nesse assunto. Menores de idade podem ser responsabilizados pela Vara da Infância e da Juventude.

Baixar arquivo
Geral

Brasil pede esforço para conter escalada de tensão no Oriente Médio

O governo brasileiro manifestou grave preocupação com os relatos de envio de drones e mísseis do Irã em direção a Israel. O comunicado pede que todas as partes envolvidas exerçam máxima contenção e chama a comunidade internacional para mobilizar esforços e evitar uma escalada.

Baixar arquivo
Internacional

Ruas de Israel amanhecem vazias após ataques do Irã

Domingo é o primeiro dia da semana de trabalho em Israel. Depois de uma madrugada em claro, acompanhando ao vivo os ataques, os israelenses acordaram com uma sensação ambígua: o alívio pelo bom funcionamento do sistema de defesa, mas também o temor do que está por vir.

Baixar arquivo
Política

Renegociação de dívidas e PEC das Drogas agitam o Senado

PEC das Drogas, renegociação de dívida dos estados, revisão do Código Civil, Imposto de Renda. A semana vai ser cheia no Senado.

Baixar arquivo