Pesquisa do IBGE mostra piora no acesso a alimentos e aumento da fome

Estudo revelou queda no nível de segurança alimentar no biênio 2017/18

Publicado em 17/09/2020 - 16:01 Por Lígia Souto - Rio de Janeiro

Quase 85 milhões de brasileiros apresentaram algum grau de insegurança alimentar no biênio 2017-2018. Isso significa que, no período, mais de um terço de toda a população, estimada em 207 milhões de pessoas, manifestou incerteza ou preocupação quanto ao acesso aos alimentos. Os números fazem parte da Pesquisa de Orçamentos Familiares, divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE.

Desde 2004, início da série histórica do levantamento, essa foi a primeira vez que houve queda nos níveis de segurança alimentar no Brasil.

Segundo o gerente da Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE, André Martins, a redução está relacionada, entre outros motivos, à crise econômica pela qual passava o país. Martins detalha que, após um período de melhora, houve redução na segurança alimentar, revelada na pesquisa mais recente.

Ainda de acordo com a pesquisa, a fome voltou a crescer no Brasil, atingindo mais de 10 milhões de pessoas no biênio analisado. Ou seja, quase 5% da população vivia em domicílios com privação severa no acesso aos alimentos.

Para identificar o número de pessoas em situação de insegurança alimentar grave, caracterizada pelo consumo insuficiente de alimentos, o IBGE consultou quase 58 mil domicílios entre junho de 2017 e julho de 2018.

O levantamento revela desigualdade entre as regiões no que se refere à segurança alimentar. A situação mais grave é a do Norte, onde apenas 43% dos domicílios tinham acesso garantido a alimento.

No Nordeste, a situação era um pouco melhor, mas ainda assim não chegava à metade das residências, ficando em 49,7%. A Região Sul, por sua vez, apresentava os melhores porcentuais, com 79,3%, seguida da Sudeste e Centro-Oeste.

 

 

Edição: Lana Cristina

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Covid: Covaxin será testada em crianças e jovens de 2 a 18 anos

O laboratório indiano Bharat Biotech anunciou nesta quarta-feira que a vacina Covaxin recebeu recomendação de especialistas para incluir crianças e jovens de 2 a 18 anos no ensaio clínico de fase 3, que está sendo realizado na Índia.

Baixar arquivo
Saúde

SP retoma vacinação de gestantes com comorbidades na segunda-feira

Imunização será retomada com a CoronaVac, e vale ainda para puérperas com comorbidades. A vacinação com as doses de Oxford/AstraZeneca foi suspensa pelo Ministério da Saúde em todo o país.

Baixar arquivo
Geral

Acre: Trabalhadores da Educação iniciam greve por tempo indeterminado

Trabalhadores da Educação do Acre estão em paralisação e iniciam greve por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira. Entre as reivindicações estão melhores condições de trabalho, reposição salarial, além de prioridade na vacinação contra a covid-19.

Baixar arquivo
Política

Comissão Mista da Reforma Tributária encerra atividades

Comissão Mista da Reforma Tributária encerrou as atividades e o relatório final foi apresentado. Mas o texto não foi votado, porque a comissão foi extinta. O relatório final sugere uma reforma ampla, que unifica cinco tributos e cria um imposto único, o IBS, Imposto sobre Bens e Serviços.

Baixar arquivo
Saúde

Embaixador da China diz que pedirá liberação do IFA para CoronaVac

Governador de SP participou de reunião com o embaixador e disse que o laboratório Sinovac teria 10 mil litros do Ingrediente Farmacêutico Ativo para serem enviados. O presidente do Instituto Butantan disse que a previsão de que o IFA seria enviado nessa quinta-feira não vai ser cumprida e não há nova data definida para a entrega do insumo.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Caixa adere a programa Adote um Parque

Banco vai destinar R$ 150 milhões para o programa ambiental, por meio do Fundo Socioambiental da Caixa. O presidente afirmou que o objetivo é ampliar a área de floresta no país.

Baixar arquivo