Junho Violeta: governo lança hoje pacto pelos direitos dos idosos

Disque 100 registrou este ano mais de 33 mil denúncias contra idosos

Publicado em 15/06/2021 - 08:33 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

“Nenhum idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos, por ação ou omissão, será punido na forma da lei”. É o que diz o artigo quarto do Estatuto do Idoso.

Mas, somente no primeiro semestre deste ano, mais de 33 mil casos de violência contra idosos foram registrados pelo Disque 100, e o número de violações foi superior a 141 mil, de acordo com dados da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos.

Neste 15 de junho, Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, o governo federal lança o Pacto Nacional de Implementação da Política de Direitos da Pessoa Idosa, acordado com 12 estados. Com o objetivo de formar conselhos e fundos municipais de direitos da pessoa idosa, a meta é atingir as demais unidades da federação ainda neste primeiro semestre.

A iniciativa do Ministério da Mulher, Família e dos Direitos Humanos integra ações do Junho Violeta, instituído pela ONU, Organização das Nações Unidas, para conscientização e combate a atos de violência contra idosos, sejam físicos, psicológicos, morais, patrimoniais, financeiros ou sexuais. 

O Secretário Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Antonio Costa, destaca a importância de tipificar os crimes denunciados no Disque 100.

A doutora em saúde pública e presidente do Observatório da Longevidade Humana e Envelhecimento, Marília Berzins, destaca que a violência contra pessoas idosas acontece prioritariamente dentro de casa e que muitas não reconhecem a condição de vítimas. 

Além de defender uma cultura de não violência às pessoas idosas, Marília Berzins destaca que é preciso romper com a discriminação que as pessoas mais velhas sofrem na sociedade.

A violência contra idosos pode ser denunciada gratuitamente pelo Disque 100 ou Disque 180; pelo WhatsApp DDD 61 9 9656-5008; pelo aplicativo Direitos Humanos Brasil ou pelo site ouvidoria.mdh.gov.br

Edição: Bianca Paiva/Adrielen Alves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Projeto que autoriza privatização dos Correios é aprovado na Câmara

O parecer do relator, deputado Gil Cutrim, do Republicanos, prevê  que  após o leilão, a estatal será transformada em uma empresa de economia mista, que passará a ser chamada de Correios do Brasil. E a  Anatel passa a regulamentar os serviços postais.

Baixar arquivo
Política

Lei de combate à violência política contra a mulher é sancionada

Uso indevido pelos partidos de nomes de mulheres apenas para o preenchimento da cota de 30% e o desvio dos recursos destinados ao financiamento das campanhas femininas estão entre os principais casos de violência política contra a mulher no Brasil.

Baixar arquivo
Segurança

Operação Shark desarticula grupo que aplicava golpes em empréstimos

Uma ação conjunta das polícias civis do Distrito Federal e do Rio de Janeiro desarticulou nesta quinta-feira um grupo especializado em aplicar golpes de empréstimos de dinheiro. Além do Rio e do DF, os criminosos atuavam nos estados de São Paulo e Pernambuco.

Baixar arquivo
Saúde

41 pessoas recebem medalhas do Mérito Médico e Mérito Oswaldo Cruz

As medalhas de ouro foram entregues a 15 ministros do governo, além dos presidentes da Câmara, Arthur Lira e do Senado, Rodrigo Pacheco

Baixar arquivo
Economia

Dia dos Pais: 32% dos brasileiros devem dar presentes aponta pesquisa

Domingo é Dia dos Pais. E pesquisa da Associação Comercial de São Paulo aponta que apenas 32% dos brasileiros planejam comprar um presente para celebrar a data. A pesquisa nacional mostra ainda que 19% dos consumidores ouvidos ainda estão indecisos.

Baixar arquivo