Google atualiza resultado da pesquisa sobre síndrome de Down

Publicado em 14/09/2021 - 18:39 Por Gabriel Brum - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Quem faz uma pesquisa no Google sobre a síndrome de Down já não recebe mais como resposta o termo doença. Agora, o resultado é condição genética. Essa alteração é comemorada pela influenciadora brasiliense Vitória Mesquita, que estimulou uma campanha nas redes sociais com a hashtag #atualizagoogle pela mudança.

A iniciativa começou com uma busca que retornou termos incorretos e ultrapassados. Milhares de pessoas aderiram à campanha de Vitória. Com o burburinho na internet, a informação chegou ao Hospital Israelita Albert Einstein, que é parceiro do Google em conteúdos sobre saúde. Por fim, veio o resultado do esforço e o material foi revisado.

Vitória, mais conhecida como Viti, tem 22 anos e, com a ajuda da irmã, mantém um perfil onde mostra seu dia a dia e procura desmistificar a síndrome de Down e falar de inclusão com leveza e bom humor.

A médica geneticista Angelina Acosta vê a mudança como positiva e reforça a importância do acompanhamento especializado precoce para o bom desenvolvimento de pessoas com síndrome de Down.

A diretora da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down, Cléo Bohn, diz que a atualização no serviço de busca, que deixa de tratar a síndrome de Down como doença, é importante para a inclusão dessas pessoas na sociedade.

Segundo ela, a aceitação na família é o primeiro passo, mas é na escola que a inclusão social começa. Cléo diz que o Brasil já tem uma legislação construída, mas faltam recursos no orçamento e aplicação mais efetiva. É um trajeto longo a seguir, mas com bons resultados pelo caminho. Cléo Bohn diz que a sociedade precisa abraçar a causa das pessoas com deficiência, porque é um tema que toca a todos.

De acordo com o último Censo realizado pelo IBGE, em 2010, quase 24% da população tem alguma deficiência, seja porque nasceu com ela ou porque adquiriu ao longo da vida, por meio de uma doença ou acidente, por exemplo.

Edição: Nádia Faggiani / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Meio Ambiente

MPF recomenda que Funai renove portarias que protegem terras indígenas

As portarias são as únicas formas de proteção das áreas e dos povos isolados. O fim da validade dos documentos expõe os territórios ao risco de grilagens e ocupações irregulares.

Baixar arquivo
Saúde

Idosos de 84 a 89 anos podem tomar terceira dose nesta semana no Rio

Pacientes com alto grau de imunossupressão, maiores de 60 anos , também poderão se vacinar

Baixar arquivo
Segurança

Fiocruz supera 4,5 milhões de vacinas na semana

Com a entrega, a Fiocruz alcança a marca de 96,5 milhões de doses disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações. 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Este domingo é o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

O Centro Cultural Banco do Brasil promove, a partir das14h, conversas públicas presenciais em suas unidades, para ampliar o conhecimento e envolver a todos nos diferentes aspectos que caracterizam esta luta, que deve envolver todos os brasileiros com ou sem deficiência.

Baixar arquivo
Geral

Começa a Semana Nacional do Transito que discute a redução de mortes

Começou neste sábado,  e vai até o dia 27 deste mês, a Semana Nacional de Trânsito, com atividades de educação, conscientização e fiscalização nas ruas e estradas do país. Neste ano, o tema é ‘trânsito, sua responsabilidade salva vidas”.

Baixar arquivo
Geral

Decreto permite a Anatel ampliar acesso a internet

Um decreto sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro dá poder para a Anatel firmar compromissos com as operadoras de telecomunicações que ampliem o acesso à internet, especialmente nas localidades com baixa ou nenhuma conectividade.

Baixar arquivo