95% das mulheres temem ser vítima de estupro, mostra pesquisa

Apesar disso, parte da população tem dificuldade em definir o crime

Publicado em 25/03/2022 - 11:02 Por Letycia Bond - repórter da TV Brasil, para a Rádio Nacional - Brasília

No Brasil, 95% das mulheres têm medo de serem vítimas de estupro, crime que provoca ainda mais temor em mulheres jovens e pretas. Apesar da gravidade em torno desse tipo de violência, uma parcela significativa da população ainda deixa de classificar determinados atos como violação. É o que revela levantamento elaborado pelo Instituto Patrícia Galvão e Instituto Locomotiva, divulgado hoje (25).

Um exemplo disso é que somente 62% dos entrevistados afirmam que um estupro se configura quando um homem retira o preservativo durante o sexo, sem o consentimento da mulher. Ou seja, 38% das pessoas não consideram isso estupro.

O mesmo vale para episódios em que um homem força sua companheira a ter relação sexual sem camisinha. Nesse caso, 31% das pessoas discordam que isso configure estupro. Além disso, uma relação sexual entre um homem e uma menina menor de 14 anos é considerada normal para 21% dos entrevistados, e não um crime.

Em relação às vítimas, a percepção é de que a maioria são meninas, que totalizariam 57%, de acordo com os entrevistados. Em seguida, estariam as adolescentes, com 37%, e as mulheres adultas, com 6%. Quanto ao perfil étnico-racial, os entrevistados creem que as vítimas negras estejam em maior número nas estatísticas.

A pesquisa também mostra que a noção sobre as circunstâncias em que o estupro ocorre muda, para os entrevistados, de acordo com a vítima. Quando se trata de meninas, 89% das pessoas ouvidas acham que o abuso acontece sobretudo em casa. Para 71%, o agressor é um parente ou conhecido da menina violentada.

Quando o estupro envolve mulheres adultas, somente 39% afirmam que a casa é o local em que o crime é consumado. Ao todo, 69% aponta conhecidos como autores do estupro nesses casos, e 37%, o parceiro ou um ex-parceiro da vítima.

Na avaliação da diretora de conteúdo do Instituto Patrícia Galvão, Marisa Sanematsu, a sociedade brasileira já avançou no reconhecimento do que é estupro.

“As pessoas já sabem que o perigo do estupro está menos no desconhecido, rua, e muito mais nas relações pessoais, familiares, afetivas”.

Maria chama atenção para outro aspecto central:

“Meninas aparecem mais como ‘vítimas inocentes’. Quando é com mulheres adultas, a pesquisa mostra que em alguns casos as pessoas têm dificuldade em considerar como elemento básico o que é estupro e o que não é estupro, o consentimento”.

"Tudo está nessa palavra, que é a palavra-chave, é o limite, a fronteira entre uma prática sexual saudável e um estupro: é o consentimento", pontua.

No total, 83% concorda que o estupro é sempre culpa total do estuprador, independentemente de como a mulher se veste ou se comporta.

Para o levantamento, foram coletadas as respostas de 2 mil pessoas com 16 anos ou mais, pela internet, entre 27 de janeiro e 4 de fevereiro deste ano.

Edição: Nathália Mendes/ Sumaia Villela

Últimas notícias
Cultura

Arte Clube: conheça os filmes brasileiros que estreiam nos cinemas

Chegam às telas os filmes brasileiros A Colmeia, de Gilson Vargas; As verdades, de José Eduardo Belmonte; Carro Rei, de Renata Pinheiro; e Seguindo todos os protocolos, de Fábio Leal.

Baixar arquivo
Geral

Brasil e Austrália fazem acordo para vistos de trabalho e férias

Entrou em vigor nesta sexta-feira (01) um acordo que vai permitir que, a cada ano, 500 jovens brasileiros entre 18 e 30 anos permaneçam na Austrália por até 12 meses, para trabalhar ou estudar.

Baixar arquivo
Geral

Programa federal dará selo de boas práticas agrícolas no país

Entre as Boas Práticas Agrícolas está o cuidado com o uso de agrotóxicos, para que o alimento não contenha resíduos acima do permitido pela Anvisa, a Agência de Vigilância Sanitária.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Pesquisa avalia uso de mandioca e fungo amazônico para tratar câncer

O projeto para tratar câncer de pele recebe apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas, e é realizado de forma colaborativa com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Baixar arquivo
Esportes

Vasco e Sport se enfrentam no domingo em jogo de "seis pontos"

Com 21 pontos, o Sport está na quinta posição na classificação, nove a menos que o Vasco. Aumentar a vantagem para o Leão significa mais chance de subir para a Série A.

Baixar arquivo
Geral

Geladeiras devem exibir hoje nova etiqueta de eficiência energética

Etiqueta indica diferença de consumo de até 30% entre produtos.

Baixar arquivo