Censo: Justiça desobriga IBGE a perguntar sobre identidade de gênero

Uma liminar obrigava questões sobre o tema já na pesquisa deste ano

Publicado em 27/06/2022 - 15:40 Por Solimar Luz - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O presidente do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, desembargador José Amilcar Machado, suspendeu uma liminar da justiça do Acre, que obrigava o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística a incluir perguntas sobre orientação sexual e identidade de gênero no Censo 2022, que começará em agosto.

No início de junho, o Ministério Público Federal do Acre havia acionado a Justiça para que a pesquisa nacional abrangesse essas questões. Na ação, o MP argumentou que fazer o Censo sem perguntas sobre identidade de gênero e orientação sexual impediria a formulação de políticas públicas voltadas às necessidades da população LGBTQIA+.

Na decisão do TRF que derrubou a liminar, o desembargador disse que o IBGE  demonstrou “a impossibilidade de implementação” das questões em tempo hábil, e que o adiamento do processo para inclusão de perguntas afetaria a contratação dos 25 mil servidores temporários e 183 mil recenseadores já selecionados. O Instituto também alegou que a medida traria sérios prejuízos aos Estados e Municípios, bem como o comprometimento do orçamento do órgão. O magistrado deixou claro que a derrubada da liminar não diminui a necessidade de garantias e proteção para essa parte da sociedade brasileira, que merece total respaldo.

Sobre a suspensão da liminar, o IBGE informou, em nota que só vai se manifestar após a Advocacia Geral da União comunicar oficialmente a decisão.

Edição: Sheily Noleto / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Política

Conheça o plano de governo de Eymael do partido Democracia Cristã

Entre as propostas para a criação de empregos estão o incentivo à construção civil, apoio ao empreendedorismo e ao agronegócio, incluindo os pequenos e médios produtores rurais.

Baixar arquivo
Justiça

CNJ lança sistema para busca de ativos de pessoas físicas e jurídicas

O CNJ - Conselho Nacional de Justiça lançou, nesta terça-feira, um sistema digital para realização de busca de ativos e patrimônio de pessoas físicas e jurídicas em diversas bases de dados. 

Baixar arquivo
Justiça

Novo presidente do TSE, Alexandre de Moraes, defende a democracia

O ministro Alexandre de Moraes assumiu nesta terça-feira a presidência do Tribunal Superior Eleitoral. E o ministro Ricardo Lewandowski tomou posse como vice-presidente da Corte Eleitoral.

Baixar arquivo
Saúde

Anvisa lança alerta sobre falsificação do medicamento somatropina

A agência também entregou para a Polícia Federal um dossiê de investigação sanitária, que deve ajudar na apuração das denúncias de falsificação da somatropina.

Baixar arquivo
Economia

Conselho Brasil-OCDE realiza encontro no Palácio do Planalto

O Conselho Brasil-OCDE realizou uma reunião no Palácio do Planalto para analisar o processo de entrada do país na organização internacional.

Baixar arquivo
Política

STF media reunião entre estados, DF e União para discutir o ICMS

Estados, e Distrito Federal, de um lado, e União, do outro, se reuniram no Supremo Tribunal Federal, nesta terça-feira, para tentar chegar a um acordo sobre o ICMS dos combustíveis.

Baixar arquivo