Capital paulista tem 1 em cada 4 pessoas em situação de rua

Dados são do Observatório Nacional dos Direitos Humanos

Publicado em 05/01/2024 - 16:34 Por Leandro Martins - repórter da Rádio Nacional - São Paulo

Uma em cada quatro pessoas em situação de rua no Brasil vive na cidade de São Paulo. São mais de 62 mil pessoas nessa condição, segundo dados do Observatório Nacional dos Direitos Humanos.

No estado de São Paulo, o número ultrapassa 103 mil. O levantamento tem base no Cadastro Único para Programas Sociais, o CadÚnico, plataforma do governo federal que concentra informações sobre pessoas de baixa renda e em vulnerabilidade.

Entre os principais motivos apontados para a situação de rua estão os problemas familiares, com 44% dos casos; seguido pelo desemprego e o alcoolismo ou uso de drogas. 60% das pessoas cadastradas informaram estar nessas condições há dois anos. Já 12% do total informaram viver nas ruas há mais de dez anos.

Para o presidente do Movimento Estadual da População em Situação de Rua, Robson Mendonça, o crescimento se deve à falta de políticas públicas nos últimos anos. Ele cita carência de abrigos, pessoas perdendo empregos e a piora do poder aquisitivo.

Em resposta, a Secretaria Municipal de Assistência Social da prefeitura informa que a capital paulista possui a maior rede socioassistencial da América Latina, com cerca de 24 mil vagas de acolhimento para pessoas em situação de rua. E acrescentou que o Censo publicado em janeiro de 2022 apontou que o número de pessoas vivendo nessas condições na cidade é inferior a 32 mil.

Uma lei municipal de São Paulo, regulamentada em 2023, determina que os editais devem estabelecer no mínimo 2% de vagas de trabalho em serviços e obras públicas a quem estiver inserido em programas da prefeitura para pessoas em situação de rua da prefeitura.

Já a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social informou que investiu no ano passado perto de R$ 40 milhões para o enfrentamento da dependência química, com ênfase ao acolhimento terapêutico da população em situação de rua.

Edição: Nádia Faggiani/ Sumaia Villela

Últimas notícias
Geral

FAB está de prontidão para resgatar brasileiros em áreas de conflito

Após os ataques do Irã a Israel, o governo brasileiro informou que está pronto, caso necessário, para resgatar brasileiros na área de conflito. Em nota, a Força Aérea Brasileira afirma se manter em prontidão para atuar a qualquer hora e em qualquer local, assim que for acionada pelas autoridades.

Baixar arquivo
Internacional

Conselho de Segurança da ONU faz reunião de emergência neste domingo

A reunião acontece após pedido de Israel, que foi atacado pelo Irã na noite desse sábado (13). O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, já se manifestou condenando o ataque iraniano e pedindo “o fim imediato das hostilidades”.

Baixar arquivo
Geral

Lei que criminaliza bullying prevê pena de até quatro anos de prisão

O objetivo da lei, sancionada este ano, é inibir essa prática nas escolas e, principalmente, no mundo virtual, onde o Brasil está no topo da lista nesse assunto. Menores de idade podem ser responsabilizados pela Vara da Infância e da Juventude.

Baixar arquivo
Geral

Brasil pede esforço para conter escalada de tensão no Oriente Médio

O governo brasileiro manifestou grave preocupação com os relatos de envio de drones e mísseis do Irã em direção a Israel. O comunicado pede que todas as partes envolvidas exerçam máxima contenção e chama a comunidade internacional para mobilizar esforços e evitar uma escalada.

Baixar arquivo
Internacional

Ruas de Israel amanhecem vazias após ataques do Irã

Domingo é o primeiro dia da semana de trabalho em Israel. Depois de uma madrugada em claro, acompanhando ao vivo os ataques, os israelenses acordaram com uma sensação ambígua: o alívio pelo bom funcionamento do sistema de defesa, mas também o temor do que está por vir.

Baixar arquivo
Política

Renegociação de dívidas e PEC das Drogas agitam o Senado

PEC das Drogas, renegociação de dívida dos estados, revisão do Código Civil, Imposto de Renda. A semana vai ser cheia no Senado.

Baixar arquivo