Justiça autoriza leilão de ativos da Avianca Brasil

Avianca

Publicado em 17/06/2019 - 22:05 Por Victor Ribeiro - Brasília

A Justiça Estadual de São Paulo autorizou, nesta segunda-feira (17), o leilão de sete unidades produtivas isoladas da Avianca Brasil. É como se fossem sete diferentes empresas.

 

Dessas unidades, uma é do programa de fidelidade Amigo e seis são companhias aéreas, que, na prática correspondem aos chamados slots - as autorizações de pousos e decolagens em aeroportos brasileiros.

 

A expectativa do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) é que a empresa use o recurso do leilão para saldar as dívidas trabalhistas. Nas contas do sindicato, só em salários atrasados, a Avianca deve cerca de R$ 80 milhões, mais as verbas rescisórias das demissões.

 

O problema é que a Avianca precisaria formalizar na Agência Nacional de Aviação Civil (anac), essa divisão em sete empresas menores, como alertou o presidente do Sindicato dos Aeronautas, Ondino Dutra.

 

Esse leilão faz parte do processo de recuperação judicial da companhia aérea e estava suspenso desde o dia 5 de maio. Nesta segunda, foi autorizado pela Segunda Câmara Reservada de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo.

 

O colegiado julgou um recurso e, por 2 votos a 1, derrubou a liminar concedida pelo desembargador Ricardo Negrão. Para os desembargadores Sérgio Shimura e Mauricio Pessoa, esse leilão da Avianca é possível e necessário ao plano de recuperação judicial.

 

A decisão sobre o leilão, no entanto, não encerra a disputa nos tribunais. Isso porque a própria recuperação judicial da Avianca, homologada pela 1ª Vara de Falências do TJ paulista, também é alvo de questionamentos que aguardam parecer do Ministério Público.

 

Esses recursos também serão julgados pela 2ª Câmara de Direito Empresarial.

 

A produção da Rádio Nacional entrou em contato com a Avianca Brasil, mas a companhia aérea ainda não se manifestou.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo