Caixa lança modalidade de financiamento habitacional com taxa de juros fixa

A partir de 8%

Publicado em 20/02/2020 - 15:53 Por Dayana Vitor - Brasília

As pessoas que pretendem realizar o sonho da casa própria com a certeza de quanto serão os juros das parcelas até o final do financiamento terão uma nova opção: a linha de crédito imobiliário com taxa fixa da Caixa, lançada nesta quinta-feira. A modalidade já começa a valer nesta sexta-feira.


Os juros são a partir de 8% ao ano para clientes do banco. Já para pessoas que não têm conta na Caixa, a taxa anual é a partir 9,75%. A novidade foi lançada em cerimônia no Palácio do Planalto. Participaram do evento o presidente da República, Jair Bolsonaro; da Caixa, Pedro Guimarães; e o ministro da Economia, Paulo Guedes.


O presidente da Caixa destacou as vantagens do novo financiamento em relação aos já existentes, baseados na TR, Taxa Referencial, e no IPCA, Índice de Preços ao Consumidor Amplo, que têm taxas menores.


“O IPCA tem a menor prestação, mas a maior volatilidade. A TR está no meio do caminho: tem uma prestação menor, mas uma volatilidade potencial em um descontrole inflacionário. E a taxa fixa tem a maior prestação, mas para o cliente tem o menor risco. Na verdade, não tem risco. O ponto positivo é: com uma inflação menor ou mais tranquilidade, pode até baixar”.


Na cerimônia da nova taxa fixa de juros do financiamento imobiliário da Caixa, o presidente Jair Bolsonaro lembrou que o pai dele viveu de aluguel por muito tempo, porque não existia esse tipo de facilidade.


“Meu pai morou em 20 imóveis de aluguel. Não precisa falar que ficou inadimplente, para mudar tanto assim. Hoje em dia, não teria esse problema”.


Os interessados nos financiamentos da casa própria oferecidos pela Caixa que pretendem adquirir imóveis de até R$ 1,5 milhão podem usar recursos do FGTS.


Em 2019, a Caixa concretizou quase 500 mil financiamentos, o que representou R$ 90 bilhões de crédito imobiliário.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Covid-19: vacina pesquisada em MG tem resposta positiva em camundongos

Pesquisa é desenvolvida por pesquisadores da Fiocruz e da Universidade Federal de Minas Gerais. Fase atual é de testes em macacos.

Baixar arquivo
Cultura

Museu Nacional do RJ inaugura mostra virtual sobre povos indígenas

A diversidade e a cultura dos povos indígenas poderão ser vistas em uma mostra virtual do Museu Nacional no Rio de Janeiro, por meio de painéis históricos, musicas, filmes e fotografias. A exposição Os Primeiros Brasileiros foi inaugurada nesta terça-feira.

Baixar arquivo
Política

Senado cria CPI da covid-19

Comissão investigará ações do governo federal no enfrentamento da pandemia e também denúncias de desvios de recursos da União repassados a estados e municípios.

Baixar arquivo
Cultura

Lançado o "Mapeamento de Projetos Sociais Arte Toda Gente"

Foi lançado nesta terça-feira o Mapeamento de Projetos Sociais Arte de Toda Gente, uma parceria da Funarte-Fundação Nacional de Artes –  e a Universidade Federal do Rio de Janeiro. As iniciativas são relacionadas com música,  artes, patrimônio, inclusão e acessibilidade.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Peixes aparecem em afluente do Rio Pinheiros, em SP, e causam surpresa

O governo do estado diz que a presença dos animais são resultado do programa de saneamento básico da região. Coordenador de ONG afirma, no entanto, que ainda falta muito para o rio ser considerado despoluído.

Baixar arquivo
Segurança

PA, SC, RS e DF registram queda nos índices de criminalidade

Três estados brasileiros e o Distrito Federal apontaram queda na criminalidade no mês passado. Para o membro do Fórum Nacional de Segurança Pública, Rafael Alcadipani, a redução de crimes tem mais relação com a pandemia do que com a atuação da polícia. Mas os secretários de segurança discordam.

Baixar arquivo