Pesquisa revela que a mulher absorve mais o aumento de trabalho doméstico na pandemia

Durante pandemia

Publicado em 22/07/2020 - 15:47 Por Nelson Lin - São Paulo

Pesquisa do Observatório Febraban, da Federação Brasileira dos Bancos, e do Instituto de Pesquisas Sociais e Políticas Econômicas (Ipespe), com chefes de família, revela que a 56% das mulheres estão chefiando o orçamento da casa; 49% das famílias relataram aumento na carga de trabalho doméstico, mas foram as mulheres que mais absorveram esse aumento.

 

São elas que, majoritariamente, limpam a casa: 68% contra 23% dos homens, preparam as refeições, 68% a 24% e acompanham a vida escolar dos filhos, 71% a 19%.

 

E, pelo relato das mulheres, a divisão das tarefas domésticas parece ser ainda mais desigual; 2% das mulheres relatam que os homens limpam a casa e 18% dividem essa tarefa, igualmente 3% dizem que o companheiro prepara as refeições e 16% relatam que dividem essa tarefa igualmente. E 6% dizem que o companheiro acompanha a vida escolar do filho.

 

Para Antonio Lavareda, presidente do Conselho Científico do Ipespe, há estudos que relacionam uma melhor divisão das tarefas domésticos entre o casal e a felicidade dentro do lar. Por isso, ele vê nessa pesquisa uma percepção dos casais na evolução na divisão das tarefas domésticas na medida em que não houve aumento nas brigas domésticas, conforme registrou a pesquisa.

 

O estudo revela ainda que a expectativa dos chefes de família sobre a vida após a pandemia está profundamente marcada pela ideia de mudança. Mais da metade preveem que os hábitos de suas famílias não serão os mesmos quanto à forma de estudar, de trabalhar e de fazer compras.

 

Além disso, no pós-pandemia, a grande maioria dos entrevistados acha que 67% dos entrevistados acreditam que suas famílias irão dedicar maior atenção à saúde e 42% vai aumentar a prática de exercícios físicos.

 

No entanto, para o futuro há pessimismo no mercado de trabalho:  54% acreditam que haverá demissão ou redução do número de funcionários nas empresas em que eles ou seus familiares trabalham e 48% preveem a redução da remuneração ou renda.

 

A pesquisa Observatório da Febraban foi realizada entre os dias 7 e 15 de julho com 1.500 famílias em todas as regiões do Brasil.

Últimas notícias
Segurança

Argelino vira réu por apologia ao nazismo

O cidadão argelino Abdessalem Martani, que vive no Brasil , se tornou réu por publicar imagens que fazem apologia ao nazismo no Facebook.

Baixar arquivo
Saúde

Mais de 30 países já notificaram casos da Ômicron

Por ter uma maior facilidade de transmissão, a nova cepa do coronavirus tem sido apontada pela África do Sul como determinante no agravamento da quarta onda vivida no país. .

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Motoristas recebem notificação antecipada de multas em novo serviço

As mensagens começaram a ser enviadas esta semana por e-mail, SMS e pelo aplicativo gov.br. Esse serviço, chamado de Notifica gov.br, ainda está em operação-piloto e deverá ser ampliado para outras áreas. 

Baixar arquivo
Saúde

Paciente do RJ testa negativo para variante Ômicron

Paciente de 29 anos, que chegou ao Rio vinda recentemente de uma viagem à África do Sul, estava sob suspeita de infecção pela Ômicron, nova variante do coronavírus.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Prêmio de Acessibilidade reconhece iniciativas de inclusão de PCDs

Programa de instituto da Baixada Fluminense que oferece livros com linguagem inclusiva, como em Libras, e ação da prefeitura de João Pessoa que proporciona banho de mar acessível, passeio de caiaque e vôlei sentado foram algumas iniciativas premiadas.

Baixar arquivo
Economia

Produção industrial brasileira recua 0,6% em outubro, diz IBGE

 Esta é a quinta queda consecutiva do indicador, que acumula perda de 3,7%. Os dados estão na Pesquisa Industrial Mensal, divulgada nesta sexta-feira (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Baixar arquivo