Setor de serviços registra queda de 0,9% em maio

Economia

Publicado em 10/07/2020 - 12:08 Por Cristiane Ribeiro - Rio de Janeiro

Ainda sob os efeitos das medidas de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus, o setor de serviços no país registrou em maio queda de 0,9% em relação a abril, mês que houve recuo de 11,9%, o pior resultado desde janeiro de 2012, quando o IBGE começou a série histórica da Pesquisa Mensal de Serviços.

 

De acordo com os dados da pesquisa divulgados nesta sexta-feira (10) pelo IBGE, o resultado de maio foi o quarto negativo consecutivo do segmento,  e acumula perda de 19,7% no período.

 

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o setor de serviços recuou 19,5%. Foi a taxa negativa mais intensa desde 2012.

 

O gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo, avalia que a taxa de maio mostra o aprofundamento de um cenário que já estava muito desfavorável para o setor de serviços.

 

Segundo ele, os setores ligados a alojamento, alimentação e transporte foram os que tiveram as perdas mais importantes no mês de abril e em maio, eles mostram uma certa recuperação, mas não o suficiente para levar o setor de serviços para o campo positivo.

 

O pesquisador ressalta que os efeitos da crise provocada pelo fechamento dos estabelecimentos considerados não essenciais foram sentidos de outra forma em maio. O principal destaque negativo do mês foi no grupo dos serviços de informação e comunicação, que tem um peso importante na pesquisa, mostrando os efeitos dessa crise na vida econômica.

 

Lobo explicou que esses segmentos que tiveram o pior desempenho em maio dependem de uma dinâmica econômica ativa. Antes, o impacto da crise foi sentido, principalmente, nos serviços prestados às famílias, e, agora os serviços prestados por empresas para outras empresas começam a sentir efeitos importantes.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Esportes

Confira os resultados de quinta-feira (23) no futebol

Na Série B do Campeonato Brasileiro, o CSA derrotou o Botafogo por 2 a 0. Na Copa Sul-Americana, o Athletico Paranaense foi até o Uruguai e venceu o Peñarol  por 2 a 1 na primeira partida das semifinais.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisadores descobrem vírus parecido com o da covid-19 em morcegos

Ele foi descoberto justamente durante uma pesquisa para tentar desvendar a origem do Sars-Cov-2, que se transformou na pior pandemia dos últimos tempos.

Baixar arquivo
Geral

SIMU: sistema une dados públicos sobre mobilidade urbana

O portal do Ministério do Desenvolvimento Regional, lançado nesta quinta-feira dentro da Semana Nacional de Mobilidade, une dados públicos de diversas fontes como o IBGE, Agência Nacional do Petróleo e Gás e Datasus.

Baixar arquivo
Política

Comissão da Câmara aprova substitutivo à PEC da Reforma Administrativa

Foram 28 votos favoráveis e 18 contrários. O texto retoma vários pontos da proposta encaminhada pelo governo ao Congresso Nacional, em setembro do ano passado.

Baixar arquivo
Esportes

Brasil avança para quartas de final na Copa do Mundo de Futsal

Nas quartas de final, os brasileiros vão enfrentar a seleção de Marrocos, no próximo domingo (26), às 10h, horário de Brasília, na cidade de Vilnius, na Lituânia.

Baixar arquivo
Educação

Língua Brasileira de Sinais ainda é pouco difundida no Brasil

A Libras, Língua Brasileira de Sinais, reconhecida há 19 anos como meio legal de comunicação e expressão dos surdos, ainda é pouco difundida no país. Quem não convive diretamente com essa parcela da população dificilmente aprende Libras. 

Baixar arquivo