Golpes financeiros aumentaram 300% em todo o mundo

Brasil tem participação de 53,9% no vazamento de dados de cartões

Publicado em 18/09/2020 - 14:31 Por Nelson Lin - São Paulo

Um amigo te pedindo pagamento de boleto por Whatsapp, um falso funcionário de banco pedindo seus dados bancários por telefone. Quem já não recebeu essas tentativas de golpes? O número de golpes financeiros aumentou muito nesse período da pandemia, e o método dos golpistas tem se sofisticado cada vez mais.

De acordo com relatório do FBI, o número de tentativas de golpe cresceu 300% no mundo, e o Brasil tem grande participação nesta triste estatística, pois 53,9% dos vazamentos de dados de cartões de crédito e débito tem o nosso país como origem.

Ainda de acordo com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), o número de golpes para pegar dados bancários, conhecido como phishing, cresceu 80% nesse período e houve ainda o aumento de 60% nas tentativas de golpes contra idosos.

Adriano Volpini, diretor de Prevenção de Fraudes da Febraban, explica que mais de 70% dos golpes usam o que ele chamou de engenharia social, quando os golpistas conseguem obter dados da pessoa utilizando da confiança, e tentam afetar a pessoa em suas emoções tirando-a para fora de sua rotina. Volpini falou como isso se opera no chamado golpe do motoboy.

Outra forma frequente de roubo de dados está na internet, seja através de links enviados por e-mails, SMS ou mensagens de voz. Mas os golpistas tem se sofisticado ainda mais nesse ponto criando contas, perfis ou páginas falsas de sites de compra e eles chegam a pagar para que essas páginas ou perfis fiquem em primeiro lugar nos sites de busca como o Google.

Nesse sentido, Volpini alerta que o consumidor tende a ficar mais desatento em datas comemorativas como a Black Friday.

Por isso, a orientação é para que as pessoas nunca acessem links suspeitos, verifiquem se os perfis de bancos ou lojas tem o selo de verificação das redes sociais e atualizem sempre os aplicativos.

Também é necessário ficar atento a ligações suspeitas, pois os bancos nunca solicitam dados pessoais como senhas. E, o mais importante, é tentar sempre se manter de cabeça fria para não cair nas tentativas de golpes.

 

Edição: Lana Cristina

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Aeroporto de Confins (MG) concentra maiores amostras da covid-19

Na prática, os resultados dessa pesquisa, fornecem alertas dos riscos de aumento de incidência do vírus de forma regionalizada.

Baixar arquivo
Geral

Voo do 14 Bis completa 115 anos - um percurso que marcou a história

Naquele 23 de outubro de 1906, mais de mil pessoas, no Campo de Bagatelle, em Paris, olharam atônitas para cima. O brasileiro Alberto Santos Dumont tinha conseguido uma proeza: decolar, dirigir e pousar um avião. o “14 Bis” subiu dois metros do solo.

Baixar arquivo
Geral

Amapá decreta calamidade pública após salinização do rio Amazonas

Com o decreto, o governo local mobiliza todos os órgãos estaduais para atuarem sob o comando da Defesa Civil na região do Distrito do Bailique. O prazo do estado de calamidade pública é de 180 dias. Estima-se que cerca de 14 mil pessoas de 65 comunidades do arquipélago sejam afetadas pela salinização das águas e erosão das margens do Rio Amazonas.

Baixar arquivo
Segurança

TJRJ inaugura primeiro centro de atenção e apoio às vítimas de crimes

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro inaugurou nesta sexta-feira o primeiro Centro Especializado de Atenção e Apoio às Vítimas de Crimes e Atos Infracionais do país.

Saúde

Prevent Senior assina acordo de conduta com Ministério Público de SP

O Plano de Saúde deverá suspender o uso de medicamentos ineficazes do chamado kit covid, vai ter que publicar em jornais e portais da internet que nunca fez qualquer pesquisa científica para comprovar a eficácia desses medicamentos e está proibido de alterar o código de diagnóstico de covid de pacientes que morreram em decorrência de problemas provocados pela doença.

Baixar arquivo
Economia

Preço da carne no atacado cai, mas valor no varejo ainda continua alto

É que apesar das vendas estarem suspensas para a China, os produtores brasileiros tem guardado as carnes armazenadas em frigoríficos a espera de uma solução para o impasse. Ou seja, não aumentou a oferta do produto no mercado interno.

Baixar arquivo