Pesquisa traça perfil de "invisíveis" do auxílio emergencial

Beneficiários não estão inscritos no CAD Único, mas são vulneráveis

Publicado em 08/10/2020 - 17:56 Por Dayana Vítor - Brasília

O dinheiro do auxílio emergencial que Lucinéia da Silva recebe desde maio está ajudando muito nas despesas das cinco pessoas da família. Essa grana auxilia na compra de itens como comida e até remédios. Mas a cabeça de Lucinéia dói quando lembra do fim dos pagamentos em dezembro.

Já a partir de janeiro, Lucinéia e outros 38 milhões de brasileiros podem ficar sem ajuda do governo. É porque eles não estão inscritos no Cadastro Único do governo federal. E esse é pré-requisito atual para receber o Bolsa Família.

Essa é a previsão é de um relatório da Fundação Getúlio Vargas. Os pesquisadores analisaram dados sobre trabalhadores que receberam a ajuda do governo, que constam na PNAD Covid-19, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, realizada pelo IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Além de concluir que milhões de pessoas poderão ficar desamparadas com o fim do auxílio, esse relatório também traçou um perfil dos beneficiários, como explica o coordenador de microfinanças da FGV, Luiz Gonzalez.

Mulheres como Lucinéia foram as que mais aumentaram a renda com o auxílio emergencial. Esse índice de crescimento chega a 52%. No caso dela, antes do auxílio, a renda fazendo bicos era de R$ 1.094 por mês, e depois pulou para R$ 1,7 mil.

Já para os homens, o aumento de ganhos foi de 37%, comparado ao que conseguiam antes da pandemia.

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Projeto que autoriza privatização dos Correios é aprovado na Câmara

O parecer do relator, deputado Gil Cutrim, do Republicanos, prevê  que  após o leilão, a estatal será transformada em uma empresa de economia mista, que passará a ser chamada de Correios do Brasil. E a  Anatel passa a regulamentar os serviços postais.

Baixar arquivo
Política

Lei de combate à violência política contra a mulher é sancionada

Uso indevido pelos partidos de nomes de mulheres apenas para o preenchimento da cota de 30% e o desvio dos recursos destinados ao financiamento das campanhas femininas estão entre os principais casos de violência política contra a mulher no Brasil.

Baixar arquivo
Segurança

Operação Shark desarticula grupo que aplicava golpes em empréstimos

Uma ação conjunta das polícias civis do Distrito Federal e do Rio de Janeiro desarticulou nesta quinta-feira um grupo especializado em aplicar golpes de empréstimos de dinheiro. Além do Rio e do DF, os criminosos atuavam nos estados de São Paulo e Pernambuco.

Baixar arquivo
Saúde

41 pessoas recebem medalhas do Mérito Médico e Mérito Oswaldo Cruz

As medalhas de ouro foram entregues a 15 ministros do governo, além dos presidentes da Câmara, Arthur Lira e do Senado, Rodrigo Pacheco

Baixar arquivo
Economia

Dia dos Pais: 32% dos brasileiros devem dar presentes aponta pesquisa

Domingo é Dia dos Pais. E pesquisa da Associação Comercial de São Paulo aponta que apenas 32% dos brasileiros planejam comprar um presente para celebrar a data. A pesquisa nacional mostra ainda que 19% dos consumidores ouvidos ainda estão indecisos.

Baixar arquivo