Safra de 2021 deve superar recorde de 2020; soja será o carro-chefe

IBGE projeta para 2021 uma produção de 260,5 milhões de toneladas

Publicado em quarta-feira, 13 Janeiro, 2021 - 12:58 Por Cristiane Ribeiro - Rio de Janeiro

 

A produção brasileira de alimentos deve registrar o terceiro recorde consecutivo este ano. A estimativa do IBGE é que o campo vai produzir 260,5 milhões de toneladas, um crescimento de 2,5% em relação a 2020. Os dados são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, divulgados nesta quarta-feira. E mostram também que a estimativa final para a safra de 2020 chegou a 254,1 milhões de toneladas, e superou em 5,2% o recorde alcançado em 2019.

A soja continua como o carro-chefe da produção agrícola. A expectativa é que haja um aumento de 8,2 milhões de toneladas em relação ao que foi colhido em 2020. Já o milho deve registrar uma queda de 15%, ou seja, menos 1,5 milhão de toneladas em relação ao ano passado.

Para o analista de Agropecuária do IBGE, Carlos Barradas, os preços mais compensadores da soja, em relação ao milho, estimularam os produtores a ampliar suas áreas de cultivo da oleaginosa, que neste ano deve representar mais de 57% da área total utilizada para o plantio de grãos.

Ao contrário, a produção de algodão, após três anos de recordes, deve cair 0,6% em relação ao que foi colhido em 2020. Barradas explicou que a safra de algodão vinha crescendo para atender à demanda internacional na confecção de roupas. Mas, com a pandemia da covid-19, essa demanda caiu, influenciando na decisão de plantio da próxima safra.

Para o arroz, a previsão é de um aumento de 0,8% na produção em relação ao prognóstico anterior, mas ainda há uma queda em relação a 2020. A recuperação, segundo o especialista do IBGE, está associada à decisão do governo de zerar as tarifas de importação para conter os preços do produto, que no ano passado atingiram patamares muito elevados. E, lembrou que, somente o Rio Grande do Sul, é responsável por quase 70% da produção brasileira.

 

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Em Sergipe, prefeito deve responder por tomar vacina contra a covid-19

Prefeito do interior do estado de Sergipe poderá responder por ter tomado a vacina contra a covid-19 sem fazer parte dos grupos prioritários. 

Os detalhes com Pedro Ramos, da Rádio UFS FM de Aracaju. 

Baixar arquivo
Geral

INSS suspende atendimento do PREVBarco a comunidades do Amazonas

Com o agravamento da pandemia no Amazonas, o INSS resolveu suspender as missões dos chamados PREVBarcos, que são Unidades Móveis Flutuantes de atendimento à população ribeirinha e trabalhadores rurais.

Baixar arquivo
Justiça

Governo do AM terá que prestar informações sobre falta de oxigênio

Nessa terça-feira (19), a justiça determinou que o governo  do Amazonas devolva,  em 48 horas, 155 cilindros de oxigênio reabastecidos ao município de Coari. Em caso de descumprimento, a multa pode chegar até R$10 milhões.

Baixar arquivo
Saúde

Cuidados contra a covid-19 devem ser mantidos mesmo após vacina

A vacina contra a covid-19 começou a ser aplicada em todo o país. E junto com as doses, surgem algumas dúvidas: Os hábitos da população devem mudar após o início da vacinação? Quem já tomou a vacina pode transmitir o vírus? Em entrevista à Rádio Nacional, o diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia do Distrito Federal, David Urbaez, explicou quais são os cuidados que devemos tomar.  

Baixar arquivo
Saúde

Por falta de insumo, Fiocruz adia entrega da vacina de Oxford

A Fiocruz adiou para março a entrega dos primeiros lotes da vacina desenvolvida em parceria com a universidade inglesa de Oxford e com a farmacêutica AstraZeneca. O motivo é o atraso na entrega do IFA, o Ingrediente Farmacêutico Ativo, pela AstraZeneca.

Baixar arquivo