Agricultura anuncia projeto de bioeconomia para produtos da Amazônia

O objetivo do projeto é melhorar o uso sustentável da floresta

Publicado em 18/03/2021 - 19:24 Por Daniella Longuinho - Brasília
Atualizado em 18/03/2021 - 19:24

O Ministério da Agricultura anunciou a criação de um projeto, em parceria com o governo alemão, para expandir a comercialização de produtos das cadeias produtivas da floresta amazônica. Associações comunitárias e cooperativas dos estados do Acre, Pará, Amazonas e Amapá serão beneficiadas pela cooperação técnica com os alemães.

O objetivo do projeto, que está em fase final de estruturação, é melhorar a gestão do modelo de produção baseado no uso sustentável de recursos biológicos, conhecido como bioeconomia. A iniciativa ação vai oferecer formação técnica para grupos de agricultores familiares, permitindo que eles tenham acesso a mercados que utilizam matérias-primas do bioma amazônico. 

O investimento previsto para o projeto " Bio Economia e Cadeias de Valor" é de cinco milhões de euros, já garantidos pelo governo alemão. O governo brasileiro, através do Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, fará o acompanhamento técnico das ações. As principais cadeias produtivas que serão beneficiadas são açaí, castanhas e o cacau. 

O Diretor do Departamento de Cooperativismo e Acesso aos Mercado, do Ministério da Agricultura, Márcio Madalena, explica que 80% da biodiversidade da Amazônia encontra-se nos quatro estados da região Norte que serão contemplados com o projeto. De acordo com o diretor, a geração de renda pelo uso sustentável de recursos da floresta é a meta principal da proposta.

"Nosso objetivo é fazer com que essas organizações de agricultura familiar possam gerar renda na floresta através do uso sustentável dos recursos naturais da Floresta Amazônica. Os recursos utilizados serão aplicados em assistência técnica, em capacitação de gestão, em formação de associações e cooperativas. E articulação dessas organizações de agricultura familiar agroextrativistas com os mais atores de mercado", sinaliza o diretor. 

O edital de chamamento público para o projeto "Bio Economia e Cadeias de Valor" será lançado no próximo semestre, com a divulgação na página e nas redes sociais do Ministério da Agricultura. 

Edição: Beatriz Arcoverde com colaboração de Simone Magalhães

Últimas notícias
Saúde

RJ: Casos de dengue aumentam 177% nos cinco primeiros meses deste ano

A capital fluminense concentra a maioria dos registros da doença, mas as regiões Noroeste e Norte apresentam alta transmissão, de acordo a Secretaria de Estado de Saúde.

Baixar arquivo
Economia

Ministério de Minas e Energia diz que estoque de diesel dura 38 dias

Se a importação desse combustível fosse suspensa, seria possível atender à demanda durante 38 dias, com esses estoques e a produção nacional.

Baixar arquivo
Economia

Eletrobras lança oferta de ações em mais um passo para privatização

A Eletrobras apresentou os documentos necessários para realizar a operação, com a qual a estatal espera movimentar mais de R$ 30 bilhões.

Baixar arquivo
Cultura

Começa o São João no Maranhão, a previsão é de 60 dias de festa

Os últimos meses foram de ensaios, muito trabalho nos ateliês dos grupos de Bumba Meu Boi e outras manifestações culturais do Maranhão.

Baixar arquivo
Economia

Pesquisa: mais de 20 milhões de pessoas poderiam trabalhar remotamente

Pesquisa do Ipea, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, divulgada nesta sexta-feira, estima que mais de 20 milhões de trabalhadores no Brasil estão em ocupações que poderiam ser realizadas remotamente.

Baixar arquivo
Geral

Brasil já registra 17 mil divórcios em cartórios neste ano

No ano passado, foram concluídas mais de 80 mil separações consensuais. Este é o maior número desde 2007, quando uma lei federal permitiu a formalização do divórcio diretamente em cartórios.

Baixar arquivo