Maioria dos empresários acredita que situação nos negócios se agravou

Publicado em 12/04/2021 - 16:48 Por Tâmara Freire - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Quase 52% dos empresários fluminenses ouvidos por uma pesquisa da Fecomércio acreditam que a situação dos seus negócios se agravou bastante nos últimos três meses. A proporção é mais que o dobro do apurado em março, quando 23,2% deles faziam essa avaliação.

Entre os que perceberam a piora acentuada, 95,7% culpam o agravamento da pandemia de covid-19 pelo cenário desanimador. O resultado está atrelado a avaliação que eles fazem da demanda pelos bens e serviços que suas empresas oferecem.

Para 83,6%, essa procura diminuiu no último trimestre, bem acima dos cerca de 59% que fizeram a mesma avaliação no mês passado. Para apenas 10,6% a demanda se manteve a mesma, e 4,1% declararam ter havido melhora.

De acordo com os comerciantes, a situação também é agravada pelo preço dos fornecedores que subiram bastante em relação ao mês anterior. A opinião é partilhada por 91% dos entrevistados.

Todo esse agravamento tem consequências diretas no mercado de trabalho, já que 37,8% dos empresários afirmaram que o seu quadro de empregados diminuiu bastante nos últimos três meses e, outros 26,7%, admitiram ter feito alguma demissão.

A pesquisa da Fecomércio aponta, ainda, que o cenário verificado em abril fez com que as expectativas para o futuro próximo ficassem menos otimistas.

Apesar de 46,4% dos entrevistados esperarem que a situação melhore, essa porcentagem é 2,4 pontos percentuais menor do que a verificada no mês passado. Outros 17% acreditam que o cenário deve permanecer o mesmo, enquanto 10,5% creem numa queda da receita de suas empresas.

Edição: Vitória Elizabeth/ Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Bruno Covas continua com sangramento no estômago

O prefeito de São Paulo trata um câncer e está internado desde domingo (2). Antes de dar entrada no hospital, Covas se licenciou do cargo por 30 dias.

Baixar arquivo
Cultura

Rádio Nacional AM será transmitida também pela FM em quatro capitais

A partir desta sexta-feira, a nossa Nacional AM pode ser sintonizada na faixa FM, em quatro capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife. Para isso, basta sintonizar o número 87.1. Para Brasília a faixa estendida 87.1 será usada pela Rádio MEC do Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Geral

Inaugurada a Ponte do Abunã, que liga o Acre a Rondônia

Mil e quinhentos metros de distância separam dois estados do Norte do país: Acre e Rondônia. A Ponte do Abunã começou a ser construída em 2014 e, após algumas interrupções nas obras, foi inaugurada, nesta sexta-feira, com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Baixar arquivo
Política

Comissão da Covid-19 no Senado debate obstáculos para vacinas

A negociação dos imunizantes por meio do Consórcio Covax Facility e a compra da vacina russa, Sputnik V, foram os temas abordados.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Prefeitura de Manaus realiza ações para preservar sauim de coleira

Um bichinho da família dos primatas, pequenininho, de apenas 42 cm e pouco mais de 500g. Preto com uma faixa grande branca perto do pescoço. Ameaçado de desaparecer das matas do norte do país. Esse é sauim de coleira, animal em risco de extinção.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

ONU pede investigação pelas 25 mortes na favela do Jacarezinho

O porta-voz dos Direitos Humanos da ONU, Ruppert Colville, declarou hoje em Genebra, na Suíça, que o Ministério Público deve seguir o protocolo internacional sobre a investigação das mortes

Baixar arquivo