Nova Lei de Licitações muda formas de concorrência no setor público

Regra foi publicada no DOU desta sexta-feira; saiba quais as novidades

Publicado em 02/04/2021 - 16:27 Por Leandro Martins - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Já estão valendo as regras da nova Lei de Licitações, sancionada nesta semana pelo presidente Jair Bolsonaro.

O texto contém normas gerais a serem seguidas por toda Administração Pública direta, autárquica e fundações da União, Estados, Distrito Federal e Municípios.

Mas você sabe para que serve e como funcionam as licitações? Quando um governo estadual precisa comprar alimentos em grande quantidade para a merenda escolar ou uma prefeitura precisa contratar uma empresa para o serviço de limpeza pública, é necessário anunciar aos interessados, para que eles possam competir. São as licitações.

Para ser escolhido, o serviço ou produto deve ter menor preço, melhor técnica ou conteúdo artístico, maior retorno econômico, maior desconto e lance mais alto.

O projeto sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro e publicado nessa quinta-feira (1) no Diário Oficial da União dá novas regras para esse serviço. A norma determina que a Lei de 1993 terá mudanças, que vão entrar em vigor em até dois anos.

A Nova Lei de Licitações, aprovada no início de março pelo Senado, estabelece cinco tipos de licitação para a União, os estados e os municípios: concorrência, concurso, leilão, pregão e diálogo competitivo.

Em sua página no YouTube, o professor de direito administrativo e administração pública para concursos públicos, Herbert Almeida, aponta algumas mudanças na nova Lei de Licitações:

“Tomada de preços não existe mais, convite não existe mais, regime diferenciado de contratações também não existe mais. O que tem novidade é o diálogo competitivo. Mas mesmo as [modalidades de licitação] que ficam sofrem mudanças. Pregão, concorrência, concurso, leilão mudaram”.

A categoria de diálogo competitivo, citada pelo professor, já é utilizada em vários países. Ela permite selecionar competidores potenciais com antecedência.

O texto teve vetos. Um dos artigos vetados pelo presidente Jair Bolsonaro estabelecia que os valores de referência dos itens de consumo comprados pelos órgãos públicos não poderiam ser maiores que os valores de referência do Poder Executivo. Assim, os poderes Legislativo e Judiciário podem ter seus próprios preços de referência.

Para dar mais transparência, a lei prevê ainda a criação do Portal Nacional de Contratações Públicas, página que agrupará informações sobre licitações e contratações de todas as esferas de governo: federal, estadual e municipal.

Edição: Jéssica Gonçalves/ Sumaia Villela

Últimas notícias
Geral

Distrito Federal abre abrigo provisório depois de recorde de frio

Por enquanto, são 100 vagas a serem preenchidas por ordem de chegada, para pernoite, das 20h até as 8h, no Ginásio do Centro Integrado de Educação Física, na quadra 907 Sul, região central da capital federal.

Baixar arquivo
Geral

Divulgada a lista de aprovados do concurso para o Censo 2022, do IBGE

Agora a próxima etapa será a de convocação e depois os aprovados serão chamados pelo IBGE para realizar treinamento.

Baixar arquivo
Economia

Equipe econômica aumenta previsão de alta para a inflação deste ano

De acordo com o Relatório de Receitas e Despesas do segundo bimestre, a inflação que, na previsão anterior, encerraria o ano em 6,5%, agora deve chegar a 7,9%, mais que o dobro do centro da meta de inflação anunciada para este ano, que seria de 3,5%. Já a previsão da taxa Selic subiu de 11,6% ao ano para 12,2%.

Baixar arquivo
Saúde

Brasileiro é o 1º caso de varíola dos macacos registrado na Alemanha

O rapaz, de 26 anos, viajou também para Portugal e Espanha antes de chegar a Alemanha. Ele estava há uma semana em Munique, cidade ao sul do país. A informação foi divulgada pelo Instituto de Microbiologia de Bundeswehr, ligado às forças armadas alemãs.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Agricultura lança campanha de promoção do produto orgânico

A campanha tem como objetivo detalhar os mecanismos de controle da qualidade orgânica que são utilizados no Brasil. Ou seja, ajudar o consumidor a identificar se determinado produto no mercado é orgânico e também a reconhecer as fraudes.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Frio começa a perder força na área central do país

O deslocamento de uma frente fria sobre o litoral da Bahia, associada a alta convergência de umidade vinda do Oceano Atlântico, vai favorecer a ocorrência de fortes chuvas no norte da região Nordeste.

Baixar arquivo