Aplicativo de mensagem inicia transferência de recursos entre usuários

Whatsapp faz cadastro de cartão de débito ou crédito para transação

Publicado em 05/05/2021 - 14:34 Por Lucas Pordeus León - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Uma das gigantes da tecnologia entrou no mercado de pagamentos instantâneos do Brasil. O aplicativo de mensagens mais famoso do mundo, o Whatsapp, que é controlado pelo Facebook, começou permitir a transferência instantânea de recursos entre os usuários.

Inicialmente, a nova ferramenta está disponível para alguns clientes, mas a previsão é ampliar para todo o público, gradualmente, ao longo das próximas semanas. O aplicativo informa que não serão cobradas taxas para o serviço.

É preciso apenas cadastrar algum cartão de débito ou cartão pré-pago dos bancos associados ao aplicativo. Porém, nem todas as instituições financeiras ou bandeiras de cartão são parceiras do Whastapp neste primeiro momento. Também há limite para transferências, de R$5 mil por mês, sendo R$ 1 mil em uma única transferência e até 20 transações por dia. Cada banco associado pode ainda reduzir esses limites.

A entrada do Facebook, por meio do Whatsapp, no mercado de pagamento instantâneo do Brasil ocorre cerca de seis meses após o Banco Central lançar o PIX, em parceria com a Febraban, a Federação Brasileira de Bancos.

Agora, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo também vai disputar o mercado desse serviço no país. Segundo a pesquisa de opinião das empresas Mobile Time e Opinion Box, divulgada em fevereiro deste ano, o Whatsapp está instalado em 98% dos smartphones no Brasil. Sendo que 86% dos entrevistados usam a ferramenta todos os dias e 54% dizem ter interesse em usar o Whatsapp para transferências.

 

Edição: Paula de Castro/Adrielen Alves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Deputados voltarão a analisar MP sobre privatização da Eletrobras

O Senado aprovou nessa quinta-feira (17) a Medida Provisória que viabiliza a privatização da Eletrobras, a maior empresa de energia elétrica da América Latina. 

Baixar arquivo
Esportes

Brasil vence Peru por 4 a 0

O Brasil ganhou do Peru por 4 a 0, nesta quinta-feira (17), pela Copa América. Já a Colômbia e a Venezuela empataram em 0 a 0.

Confira as notícias do futebol com Bruno Mendes.

Baixar arquivo
Justiça

STF proíbe manutenção de empregos de aposentados em estatais após 2019

O plenário do Supremo Tribunal Federal decidiu que o vínculo empregatício de funcionários de empresas estatais deixa de existir para todos os que se aposentaram depois da reforma da previdência de 2019.

Baixar arquivo
Política

Bolsonaro pede a supermercadistas que não aumentem a cesta básica

Durante encontro com empresários, no Rio de Janeiro, o presidente da Republica, Jair Bolsonaro, fez um apelo ao setor supermercadista para que segurem os preços da cesta básica. Os empresários entregaram uma carta com pedidos de avanço da vacinação e prorrogação do auxílio emergencial

Baixar arquivo
Saúde

Com aumento de casos de covid, Araraquara vai adotar novo lockdown

Com crescimento de casos de coronavírus, Araraquara vai adotar novo lockdown. A decisão foi tomada nessa quinta-feira depois da cidade registrar pelo terceiro dia consecutivo mais de 20% de testes positivos nas amostras colhidas de pessoas com sintomas e assintomáticas.

Baixar arquivo
Saúde

Governo do DF vai flexibilizar medidas de combate à covid-19

O governo do Distrito Federal vai publicar nesta sexta-feira novo decreto flexibilizando medidas de combate à covid-19. Com isso, pessoas do grupo de risco vacinadas devem voltar ao trabalho 30 dias após o recebimento da segunda dose da vacina ou da dose única.

Baixar arquivo