Arrecadação atípica faz governo recolher R$ 882 bi de impostos em 2021

Publicado em 21/07/2021 - 19:24 Por Eliane Gonçalves - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

O governo federal recolheu 882 bilhões de reais em impostos entre janeiro e junho.

Segundo a Receita Federal, já com a correção da inflação, a arrecadação teve um crescimento real de 24,49%, comparando com o primeiro semestre do ano passado, o que representa um recorde nos últimos 21 anos.

Só no mês de junho, o governo arrecadou 137 bilhões de reais, um crescimento real de 46,77% em relação o mesmo mês no ano passado, quando o país enfrentava o primeiro pico da pandemia do coronavírus.

De acordo com a Receita, o resultado é explicado por fatores não recorrentes, ou seja, que não vão se repetir em outros anos como os recolhimentos extraordinários de cerca de 20 bilhões de reais do imposto de renda sobre pessoas jurídicas e a contribuição social sobre o lucro líquido. Só para ter uma ideia, em junho do ano passado os recolhimentos extraordinários não chegaram a 3 bilhões de reais.

Mesmo assim, o resultado foi comemorado pelo Ministro da Economia, Paulo Guedes, que vê o resultado como um sinal de retomada da economia. Ele aposta que o resultado é sustentável e aproveitou a divulgação dos números para defender a reforma tributária que prevê a cobrança de juros e dividendos, que é a remuneração dos donos de empresas.

A cobrança de impostos sobre lucros e dividendos foi extinta em 1995, no governo de Fernando Henrique Cardoso. A proposta do governo é tributar em 20% todos os que recebem acima de 20 mil reais por mês. Guedes chamou de pejotinhas as empresas abertas por profissionais liberais como médicos, advogados e professores, e disse que esses casos continuarão isentos.

Segundo o ministro, no ano passado, 20 mil pessoas receberam quase 400 bilhões de reais em lucros e dividendos que ficaram isentos de impostos.

 

Edição: Roberto Marques Piza / Guilherme Strozi

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Cultura

Rio retoma incentivo a cultura e edital disponibiliza R$ 20 milhões

A cidade do Rio de Janeiro vai retornar com as políticas de incentivo à cultura. O primeiro passo será a abertura do edital de fomento à cultura carioca, o Foca, que prevê cerca de R$ 20 milhões em recursos para mais de 300 projetos.

Baixar arquivo
Saúde

Hepatites virais atingem 680 mil pessoas no Brasil nos últimos 21 anos

Para alertar sobre os riscos e a importância do diagnóstico precoce no fígado, 28 de julho foi definido pela OMS como o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais.

Baixar arquivo
Educação

Ministério Público fiscaliza escolas para volta às aulas no DF

O Ministério Público do Distrito Federal está visitando escolas de ensino fundamental e médio da rede pública para verificar as condições desses locais e garantir um retorno seguro as aulas presenciais.

Baixar arquivo
Política

Minirreforma ministerial é publicada no Diário Oficial da União

Uma das mudanças foi a nomeação de Ciro Nogueira, presidente nacional do PP para comandar a Casa Civil. Ele vai substituir o general Luiz Eduardo Ramos, que foi nomeado para a Secretaria-geral da Presidência da República.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisa indica que vacinados continuam a transmitir a covid-19

Quem está vacinado contra a covid-19 ainda pode transmitir a doença e também contrair o coronavírus, ainda que com menor gravidade. Essas são as conclusões de um estudo da Fapesp.

Baixar arquivo
Saúde

Em 24 anos, SP registra queda de 74% de mortes por Aids

Em 1995, foram registrados 7.739 óbitos. Em 2019, caiu para 2.049 mortes.

Baixar arquivo