Bento Albuquerque não trabalha com possibilidade de racionamento

Publicado em 14/10/2021 - 16:37 Por Gabriel Brum - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse nesta quinta-feira que não trabalha com a possibilidade de racionamento, mesmo atravessando a maior crise hídrica da história do país. As declarações aconteceram em um evento sobre comércio exterior, organizado pela AEB, Associação de Comércio Exterior do Brasil.

Albuquerque disse que o governo procura diversificar a matriz energética brasileira para acompanhar a demanda. Segundo ele, o Plano Decenal de Energia 2030 indica que, nos próximos 10 anos, o país vai precisar de um acréscimo de cinquenta gigawatts na capacidade instalada, ou seja, investimentos de R$ 275 bilhões. Ele destacou a aprovação da lei do Novo Mercado de Gás.

O ministro ressaltou as exportações minerais brasileiras, que tem saldo comercial de 24 bilhões e meio de dólares, no primeiro semestre, mais de 60% do saldo da balança comercial no período.

O secretário Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Roberto Fendt Junior, apontou a retomada do investimento estrangeiro no Brasil neste ano, após a queda durante a pandemia.

O presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil, José Augusto de Castro, disse que neste ano o superávit comercial do país deve ser de US$ 59 bilhões, um recorde, graças à alta das commodities no exterior. Mas a exportação de produtos manufaturados vem caindo nos últimos anos. Ele defendeu a aprovação das reformas tributária e administrativa para atrair mais investimentos e melhorar a competitividade dos produtos brasileiros.

Edição: Nádia Faggiani - Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Roubo de cabos de energia dificultou trajetos do metrô em São Paulo

Segundo o Metrô, foram roubados 30 metros de cabos do sistema que alimenta a energia dos trens. A confusão começou por volta das 5h e também comprometeu a operação na Linha Azul.

Baixar arquivo
Saúde

INCA alerta para perigos do consumo coletivo de narguilés na pandemia

Para além dos riscos da transmissão de doenças como a covid, caso a mangueira seja compartilhada, uma sessão de narguilé, que costuma durar entre 1hora a 90 minutos, equivale ao consumo de 100 cigarros comuns. 

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Rio de Janeiro pretende cortar investimentos de empresas poluidoras

Às vésperas da Conferência das Nações Unidas Sobre Mudanças Climáticas, em Glasgow, na Escócia, a capital fluminense reforçou seu compromisso de aumentar os investimentos em soluções climáticas baseadas na economia verde, e cortar os investimentos municipais a empresas de combustíveis fósseis. 

Baixar arquivo
Educação

RJ: Justiça determina volta à aula presencial em instituições federais

Justiça Federal no Rio de Janeiro determinou o retorno às aulas presenciais em instituições federais, do ensino básico ao superior, suspensas desde o ano passado devido à pandemia de covid-19. A liminar é do desembargador Marcelo Pereira da Silva, do Tribunal da 2ª Região.

Baixar arquivo
Economia

Operação da Anatel apreende R$ 1,2 milhão em produtos no Mercado Livre

No total 9.800 produtos foram lacrados incluindo carregadores de celular, baterias, relógios inteligentes e microfones sem fio. Fabricantes e vendedores de produtos oficiais denunciaram a plataforma ANATEL que constatou anúncios de prováveis produtos irregulares. Houve cooperação das equipes do Mercado Livre na identificação dos produtos.

Baixar arquivo
Geral

RJ: polícia investiga envolvimento de milicianos em mortes em Mesquita

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense investiga o envolvimento de milicianos no ataque a tiros que matou uma criança de um ano e meio e deixou outra de três anos ferida.

Baixar arquivo