Mais de mil obras públicas estão paradas ou atrasadas em São Paulo

Publicado em 25/11/2021 - 19:33 Por Eliane Gonçalves - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

Mais de mil obras públicas estão paradas ou atrasadas no estado de São Paulo. Segundo o TCE, Tribunal de Contas do Estado, até 13 de outubro, havia 642 obras paradas e 433 atrasadas. Um total de 1075 obras com problemas.

O número é menor do que o registrado no primeiro trimestre do ano. Em seis meses, 81 obras foram retomadas ou concluídas. Mas ainda é um número alto. O valor já investido nelas supera R$ 24 bilhões.

São praças, pontes e viadutos, redes de distribuição de energia ou sistemas de esgoto, postos de saúde ou terminais de ônibus que foram anunciados, receberam recursos, mas nunca foram concluídos. Praticamente um quarto das obras afetam escolas que deveriam ter sido construídas ou reformadas. Muitas delas estão em estágio de deterioração e vão precisar ser refeitas do início.

Segundo o TCE, praticamente 8 a cada 10 obras com problemas são de responsabilidade de municípios, 20% são obras de responsabilidade do governo do estado.

Quase um terço das obras, 31,5%, são obras que deveriam ser abastecidas com recursos federais. Pouco mais de um terço, 35,4%, com recursos do tesouro do estado.

Para o Secretário-Diretor Geral do TCE São Paulo, Sérgio Ciquera Rossi, atrasos e paralisações são resultado de falta de planejamento.

O levantamento da situação das obras no estado de São Paulo começou a ser feito pelo TCE em 2019. Há seis meses, o valor empenhado em obras com problemas era quase o dobro, R$ 46 bilhões. O valor baixou em função da retomada das obras da Linha 6 laranja do metrô, na capital paulista. A obra do metrô é responsabilidade do governo do estado.

Edição: Roberto Piza / GT Passos

Últimas notícias
Saúde

Brasil já tem 5 casos confirmados da variante Ômicron

Dos casos confirmados aqui no país, três são em São Paulo e dois no Distrito Federal. São quatro homens e uma mulher.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz vê tendência de alta de casos de síndrome respiratória grave

Crescimento está sendo notado em 13 das 27 unidades da federação; destes, os que mais chamam a atenção dos especialistas são Pará, Ceará e Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Política

PEC dos Precatórios é aprovada no Senado

Os precatórios são dívidas da União com empresas e pessoas que ganharam ações definitivas na justiça. A proposta aprovada pelo Senado limita o valor a ser gasto anualmente com essas despesas e muda a forma de cálculo do teto de gastos. Proposta ainda precisa voltar à Câmara.

Baixar arquivo
Educação

Prazo para solicitar a reaplicação da prova do Enem termina amanhã

Candidatos podem pedir a reaplicação até às 23h59 desta sexta; os nomes dos participantes aptos a fazerem a prova em nova data serão divulgados na própria Página do Participante.

Baixar arquivo
Saúde

Prefeitura do Rio vai rever ampliação de exigência de cartão de vacina

Segundo o prefeito Eduardo Paes, houve "exagero" na ampliação de locais onde devem ser apresentados comprovante de vacinação contra a covid-19.

Baixar arquivo
Saúde

São Paulo suspende festa de Réveillon na Paulista

A vigilância sanitária da capital paulista fez um estudo de riscos e orientou a cancelar a festa do dia 31 de dezembro. Além disso, o prefeito decidiu manter a obrigatoriedade no uso de máscaras em lugares públicos. O uso seria abolido no próximo dia 11.

Baixar arquivo