Brasil deve ter menor crescimento da América Latina em 2022, diz Cepal

Publicado em 12/01/2022 - 20:06 Por Lucas Pordeus Leon - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O Brasil deve ter o menor crescimento econômico entre os países da América Latina e Caribe em 2022, segundo a Comissão Econômica das Nações Unidas para a região, a Cepal.

Além disso, o crescimento da região como um todo deve desacelerar neste ano. Está previsto um aumento da atividade econômica na América Latina e Caribe em 2022, de 2,1% do PIB, contra um crescimento de 6,2% registrado no ano passado. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira.

A Secretária Executiva da Cepal, Alicia Bárcena, citou como motivos para o crescimento menor da região, entre outros, a manutenção da pandemia e as altas taxas de desemprego, além do menor crescimento do mercado mundial e das economias da China e dos Estados Unidos, que são os maiores parceiros comerciais dos países latino-americanos e caribenhos.

O Brasil aparece em último lugar do ranking dos 33 países da região, devendo crescer apenas 0,5% do PIB neste ano, contra um crescimento de 4,7% no ano passado. Os países que mais devem crescer em 2022 são Guiana, Paraguai e Colômbia na América do Sul, além de Panamá e Honduras na América Central.

A CEPAL informou ainda que a região ainda não recuperou cerca de 30% dos empregos perdidos na pandemia, com uma situação pior entre as mulheres trabalhadoras.

Sobre a inflação, a Comissão estima que os preços devem seguir em alta em 2022, puxados principalmente pelos alimentos e pela energia. Em 2021, a inflação ficou em 7% na região, com exceção da Argentina, Venezuela, Haiti e Suriname, que tiveram níveis bem mais altos.

Em relação à vacinação, a Cepal destacou a desigualdade no acesso aos imunizantes. Ao todo, a região já vacinou 60% da população com duas doses ou dose única. Porém, enquanto Chile e Cuba já imunizaram mais de 85% dos habitantes, Haiti tem apenas 0,6% da população vacinada, seguido pela Jamaica com apenas 19% dos habitantes totalmente imunizados. O Brasil aparece em sétimo colocado com 67% da população vacinada.

Edição: Raquel Mariano / GT Passos

Últimas notícias
Saúde

Chegam mais doses da vacina para crianças; estados começam imunização

Chegou ao Brasil neste domingo (16) mais uma remessa da vacina Pfizer para a imunização de crianças a partir de cinco anos. O novo lote, com 1,2 milhão de doses desembarcaram no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, São Paulo, pela manhã.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro segue testando para covid-19

O  estado do Rio de Janeiro está ampliando sua rede de testagem para Covid. A expectativa do governo é oferecer 5 mil e 800 testes por dia, já a partir desta segunda-feira (17).

Baixar arquivo
Educação

Reaplicação do Enem 2021 termina neste domingo

Hoje (16) é o segundo dia de reaplicação de provas para os candidatos do  Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, 2021 em todo o país. Os estudantes vão responder a 90 questões de ciências da natureza e matemática. 

Baixar arquivo
Saúde

Covid: Rio de Janeiro começa vacinação de crianças nesta segunda

A meta é vacinar cerca de 1,5 milhão de crianças, entre 5 a 11 anos, contra a covid.

Baixar arquivo
Saúde

Estado do RJ registra novo recorde de casos de covid em 2022

Foram confirmados nesta sexta-feira (14) mais de 16 mil casos. Até então, o maior número de diagnósticos positivos neste início de ano tinha sido registrado no dia anterior, com mais de 12.800 ocorrências.

Baixar arquivo
Saúde

Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave aumentam 135% no Brasil

Os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave no Brasil deram um salto de 135% quando comparadas as três últimas semanas de novembro do ano passado com os últimos 21 dias.

Baixar arquivo