Procon do Rio fiscaliza postos de combustíveis após redução do ICMS

Publicado em 04/07/2022 - 11:23 Por Cristiane Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Os postos de combustíveis do estado do Rio de Janeiro que não baixarem os preços da gasolina, do diesel, do etanol e do GNV, o gás natural veicular, serão multados pelo Procon do estado.

Fiscais do órgão iniciaram nesta segunda-feira (4) uma fiscalização em postos de todo o estado para garantir o cumprimento do decreto do governo do estado, que reduz de 34% para 18% a alíquota do ICMS sobre os combustíveis e que está em vigor desde a última sexta-feira, 1º de julho.

De acordo com o governo do estado, esta redução do ICMS sobre os combustíveis vai representar uma perda de R$ 4 milhões na arrecadação dos cofres públicos.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente do Procon do estado, Cássio Coelho, disse que a redução média do preço dos combustíveis nas bombas é de R$ 0,70.

Ele afirmou que os donos de postos flagrados sem reduzir os valores dos combustíveis serão autuados e multados.

Além dos preços dos combustíveis, os agentes verificam ainda a qualidade do combustível, realizam a aferição das bombas de abastecimento, observam a transparência da composição dos preços ao consumidor, a validade dos produtos comercializados, a documentação pertinente e outras possíveis infrações administrativas.

As equipes fiscalizam estabelecimentos na capital e nas regiões Metropolitana, dos Lagos, Serrana, Norte Fluminense e Costa Verde.A ação de fiscalização nos postos de combustíveis tem o apoio do comando da Polícia Militar Ambiental, da Polícia Civil e de fiscais da ANP, a Agência Nacional do Petróleo.

Para o presidente do Sindicomb, o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, a redução do ICMS atende a uma antiga demanda da revenda de combustíveis do Rio e vai ajudar a diminuir a sonegação fiscal no estado, além de melhorar as vendas.

 

Últimas notícias
Saúde

Maranhão registra primeiro caso de varíola dos macacos

O paciente, um homem de 42 anos, com comorbidades, está internado com quadro clínico estável.

Baixar arquivo
Economia

IBGE prevê safra recorde de 263,4 milhões de toneladas em 2022

O Brasil deve produzir, em julho, 263 milhões e 400 mil toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. Um recorde! A estimativa está no Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, divulgado nesta quinta-feira pelo IBGE.

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: Mara Régia

A jornalista, publicitária e radialista, Mara Régia, é uma das vozes mais importantes e reconhecidas da rádio na região Norte do país e foi uma comunicadora pioneira nas questões ambientais e de gênero. 

Baixar arquivo
Esportes

CBAt convoca atletas para o Campeonato Sul-Americano de Meia Maratona

Oito atletas foram convocados pela Confederação Brasileira de Atletismo, quatro no masculino e quatro no feminino. 

Baixar arquivo
Geral

Ciclone extratropical provoca ventania de mais de 90 Km/h no Rio

A cidade do Rio de Janeiro amanheceu esta quinta-feira com ventos fortes, que provocaram queda de árvores, arrastaram grades de proteção de obras e jardins.

Baixar arquivo
Geral

Operação mira grupo miliciano acusado de extorquir comerciantes

De acordo com as investigações, comerciantes do bairro Miguel Couto eram obrigados a pagar R$ 500 todos os meses sob a ameaça de terem seus estabelecimentos fechados.

Baixar arquivo