Governo prorroga desconto na compra de carros por pessoas físicas

Prazo foi prorrogado por 15 dias

Publicado em 21/06/2023 - 10:04 Por Ana Lúcia Caldas* - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Quem ainda quiser comprar carro mais barato ganhou mais duas semanas de prazo. É que o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços prorrogou por 15 dias a exclusividade do programa de venda de carros com créditos tributários para pessoa física, que se encerraria nesta quarta-feira (21). Os descontos variam de R$ 2 mil a R$ 8 mil.

A medida, assinada nessa terça-feira (20), pelo ministro e presidente em exercício, Geraldo Alckmin, foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial da União.

Por enquanto, estão com desconto 266 versões de 32 modelos de automóveis, de nove montadoras. A tabela de modelo de carros atualizada pode ser acessada no site www.gov.br/mdic.

O ministério confirmou ter recebido novos pedidos de montadoras e que eles estão sendo analisados.

Apesar do prazo maior para os carros populares, nada mudou nos programas para ônibus, vans e caminhões. As empresas poderão comprar esses veículos com desconto, já a partir desta quarta-feira.

Até o momento, foram solicitados R$ 320 milhões em créditos tributários para a venda de carros com desconto, o que corresponde a 64% dos R$ 500 milhões à disposição para baratear os carros populares. Em relação aos caminhões, ônibus, vans, dez montadoras de caminhões aderiram ao programa para renovação de frotas, somando um volume de descontos de R$ 100 milhões. Isto equivale a 14% dos R$ 700 milhões disponibilizados para essa categoria.

Os créditos tributários são os descontos no pagamento de impostos futuros, concedidos pelo governo às empresas do setor que aplicarem o desconto na venda ao consumidor. O valor é de R$ 1,5 bilhão. Está prevista a utilização de R$ 700 milhões em créditos tributários para a venda de caminhões, R$ 500 milhões para carros e R$ 300 milhões para vans e ônibus.

O programa tem prazo de quatro meses, mas pode se terminar antes, assim que os créditos tributários se esgotarem.

* Com informações da Agência Brasil.

Edição: Leila Santos/ Renata Batista

Últimas notícias
Saúde

Saúde óssea depende de exercícios regulares, defende médico do INTO

Além de provocar sensação de bem-estar, elevar a autoestima e trazer melhorias para as relações sociais, a prática regular de atividade física tem um papel fundamental para a saúde óssea e muscular.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisadores desenvolvem fármacos para tratamento de doenças crônicas

Pesquisadores brasileiros investem em pesquisa e na produção de novos fármacos, que podem ajudar no tratamento de pacientes que lutam contra doenças crônicas.

Baixar arquivo
Geral

Empresa eólica é condenada a pagar indenização a morador do RN

Empresa dona de parque eólico no interior do Rio Grande do Norte é condenada a pagar indenização de R$ 50 mil por danos morais para um morador da região de Serra de Santana, a cerca de 200 km da capital do Estado, Natal.

Baixar arquivo
Educação

Brasil ganha Mundial de Robótica em Houston, nos Estados Unidos

O primeiro lugar na categoria de 9 a 16 anos foi conquistado pela equipe Los Atômicos, de Araras (SP). A segunda colocação ficou com outra equipe do interior paulista, de Santa Cruz do Rio Pardo.

Baixar arquivo
Saúde

Aumenta o número de casos de bronquiolite no Rio de Janeiro

A bronquiolite é uma condição clínica causada pela inflamação dos bronquíolos e das vias aéreas inferiores que levam oxigênio para os pulmões.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Acampamento Terra Livre completa 20 anos e exige demarcação de terras

O foco da programação deste ano é a reafirmação da luta indígena contra a lei do marco temporal. Além disso, há uma crítica quanto à demora na demarcação de novas terras. A expectativa era que o governo demarcasse 14 áreas, nos primeiros 100 dias de gestão. Mas, em um ano e quatro meses, foram apenas dez.

Baixar arquivo