Educação domiciliar cresce 2.000% no Brasil em 8 anos

Educação

Publicado em 31/03/2019 - 09:14 Por Anna Luisa Praser - Brasília

É crescente o número de famílias que optam por retirar as crianças do ambiente escolar e decidir qual o conteúdo será ensinado em casa. A educação domiciliar teve um aumento de 2 mil por cento entre os anos de 2011 e 2018.

 

O dado faz parte do levantamento da Associação Nacional de Educação Domiciliar (Aned), que mostra que o Brasil tem, atualmente, mais de 7,5 mil famílias educadoras com 15 mil estudantes entre quatro e 17 anos de idade.

 

O servidor público Aloízio Dantas, pai de três filhos, escolheu o homeschooling como método para escolarizar as crianças, já que para ele os conteúdos lecionados no ensino regular não eram os mais adequados ao que gostaria que os filhos aprendessem.

 

A educação domiciliar já é tema de debate no Brasil há anos. Prática comum em outros países, aqui tem enfrentado resistência. Uma das críticas é a falta de um currículo comum, como acontece na educação regular, com a Lei de Diretrizes e Bases, a LDB.

 

No homeschooling, cada tutor utiliza o método que julgar melhor para o aprendizado, sendo comum a criação de metodologia própria, tradução de metodologias de outros países e conteúdos disponíveis na internet.

 

Os que defendem a educação domiciliar buscam dar às crianças uma educação personalizada, que explore os dons, aptidões, talentos e afinidades das crianças.

 

O tema foi debatido no Supremo Tribunal Federal (STF) em novembro de 2018, quando a Corte decidiu que não há inconstitucionalidade na matéria, mas julgou necessária a regulamentação em lei para acompanhar o rendimento dos alunos educados em casa, por meio de avaliações pedagógicas, sob a responsabilidade das secretarias de Educação.

 

Famílias favoráveis à educação domiciliar não receberam bem a decisão do STF. Rick Dias, presidente da Aned, criticou a decisão do Supremo.

 

A posição do STF não encerra o debate da questão, mas remete ao Congresso Nacional a regulação do tema. Desde 2001, diversos projetos de lei que tratam do homescoolin, já passaram pela Casa e acabaram arquivados. Três ainda tramitam em conjunto na Câmara dos deputados e propõem alterações na LDB e no Estatuto da Criança e do Adolescente.

 

Apesar do método não ser reconhecido no Brasil, as crianças que são submetidas à educação domiciliar ainda precisam recorrer ao Exame Nacional para Certificação de Jovens e Adultos (Encceja) ou a supletivos para validar os conhecimentos e terem os certificados necessários para ingressar nas instituições de nível superior de ensino.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Esportes

Esporte olímpico no país recebeu incentivos de mais de R$ 750 milhões

Em entrevista diretamente de Tóquio à Voz do Brasil, o ministro da Cidadania, João Roma, destacou que o Bolsa Atleta garante aos esportistas de alto rendimento condições para que se dediquem ao treinamento e competições.

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro permanece com baixo risco para o contágio de covd-19

O Rio de Janeiro está com baixo risco para o contágio do coronavírus de acordo com a nova edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada nesta sexta-feira pela Secretaria Estadual de Saúde. O estado manteve a classificação geral em bandeira amarela, que abrange sete das nove regiões.

Baixar arquivo
Justiça

Trabalhador que recusar vacina contra covid pode até ser demitido

Trabalhadores que se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19 podem ser demitidos por justa causa por conduta de indisciplina.

Baixar arquivo
Saúde

Saiba quais alimentos devem ser evitados após se curar da covid-19

Nutricionistas apontam a necessidade de ingestão de alimentos que não sobrecarreguem o fígado neste momento. 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

TJ suspende decisão sobre vacinas a toda população carcerária de SP

Segundo o Programa Nacional de Imunização, a população carcerária é prioritária e deveria ter sido uma das primeiras a serem vacinadas.

Economia

Dia dos Avós, Fecomércio-RJ estima movimentação de R$ 600 milhões

O Dia dos Avós, na próxima segunda-feira,  26 de Julho, deve movimentar  R$ 600 milhões na economia do estado do Rio de Janeiro. A Fecomércio-RJ estima que mais de cinco milhões de consumidores fluminenses devem ir às compras. O gasto médio deve ficar em torno de R$ 116,00.

Baixar arquivo