UFPI lança manual em Libras para disciplinas de ciências

Publicado em 29/12/2020 - 17:51 Por Eliane Gonçalves - São Paulo

Um grupo de professores e alunos da Universidade Federal do Piauí (UFPI) criou um manual para ajudar estudantes surdos nas escolas. O “Manual de Libras para Ciências: A Célula e o Corpo Humano” contém ilustrações e uma linguagem adaptada em libras. A publicação vai auxiliar nas aulas ministradas para surdos e a comunidade surda em geral. O material está disponível para download no site da UFPI

Edição: Ana Pimenta

Últimas notícias
Geral

Eleitor com pendência pode regularizar documento que precise de título

Quem perdeu o prazo para regularizar a situação e ficar apto para votar nas eleições deste ano, pode utilizar a certidão circunstanciada para outros fins, como regularizar passaporte e CPF, por exemplo.

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: a Rádio MEC

A música de concerto tem um lugar privilegiado na programação da Rádio MEC, mas cursos, programas literários, divulgação científica e programas para crianças também fizeram história na emissora. 

Baixar arquivo
Educação

OMS aponta que 5% da população é superdotada e a maioria é invisível

Segundo o Censo Escolar de 2020, pouco mais de 24 mil estudantes, cerca de 1% do total, são identificados como pessoas com altas habilidades ou com superdotação.

Baixar arquivo
Economia

Conta de luz: Julho permanece com bandeira tarifária verde

Isso significa que não haverá cobrança de custo adicional. A informação foi divulgada pela Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica.

Baixar arquivo
Segurança

SP: Policiais são presos acusados de lotear área de proteção ambiental

O esquema mirava terras públicas no município de Cotia, na região metropolitana da capital paulista. A região tem cerca de 900 mil metros quadrados e é conhecida como Parque das Nascentes.

Baixar arquivo
Geral

Ministério da Justiça determina que Tik Tok remova conteúdo impróprio

O Ministério da Justiça determinou que a plataforma online Tik Tok remova conteúdos impróprios para menores de 18 anos no Brasil. O documento determina que a rede social tem 72 horas para cumprir a ordem.

Baixar arquivo