Documento que orienta volta das aulas presenciais é publicado no DOU

Publicado em 06/08/2021 - 13:19 Por Sayonara Moreno - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Já está publicado no Diário Oficial da União, o documento que orienta quais medidas devem ser tomadas no retorno das aulas presenciais. A resolução é do Conselho Nacional de Educação, e prevê, além das medidas, a organização do calendário escolar. Também autoriza o retorno às aulas nas escolas, em todos os níveis de ensino, desde o ensino infantil até o superior.

Esse retorno deve respeitar algumas medidas, entre elas os protocolos sanitários para conter a contaminação pelo coronavírus e a realização de avaliações para as unidades educacionais identificarem qual o padrão de aprendizado de cada estudante. Dessa forma, podem ser elaborados programas de recuperação, com base nos diagnósticos. A resolução do CNE ainda determina que o ensino remoto seja ofertado para os estudantes do grupo de risco para covid-19 ou que testem positivo para a doença.

No ensino superior, por exemplo, algumas atividades poderão ser exercidas de forma remota, a exemplo de processos seletivos, Trabalho de Conclusão de Curso e aulas de laboratório, desde que haja tecnologia e infraestrutura adequadas. Será permitida, também, a realização de estágio de graduandos de forma não-presencial, caso a atividade não exija a presença do estagiário.

As instituições de ensino superior poderão antecipar a conclusão de cursos da área de saúde, como Medicina, Farmácia, Enfermagem, Fisioterapia e Odontologia, desde que o estudante tenha cumprido, pelo menos, 75% da carga horária do curso e do internato, no caso de Medicina.

Quanto ao ensino especial, os alunos devem ser acompanhados de forma intensa no processo de saída do isolamento social, com estratégias de recuperação de aprendizagem, caso tenha sido afetada. Se o ensino presencial não for possível, as escolas especiais devem apresentar planos de continuidade no ensino remoto, para evitar prejuízos e evasão escolar.

Um ponto importante da resolução do CNE é que as atividades pedagógicas poderão ser exercidas em partes ou totalmente, à distância. Isso, em casos de suspensão de aulas presenciais determinadas por autoridades locais, a depender da realidade sanitária e dos riscos de contaminação.

Edição: Leila Santos/Edgard Matsuki

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

Caixa inicia pagamento da sexta parcela do Auxílio Emergencial

Saques em dinheiro e transferências bancárias para quem nasceu em maio serão liberados no dia 8 de outubro. Valores podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem.

Baixar arquivo
Economia

Fim de ano pode gerar 94 mil vagas de empregos temporários, diz CNC

O cálculo é da CNC, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Economista alerta que a previsão depende do controle da pandemia.

Baixar arquivo
Geral

Correios vão leiloar 61 mil itens que não puderam ser entregues

Regra vale após todas as tentativas de entrega e terminado o prazo de direito à reclamação. Esse prazo varia de sete a 30 dias, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor. Itens vão de R$1.300 a R$ 85 mil.

Baixar arquivo
Educação

Em Curitiba alunos vão escolher entre ensino presencial ou remoto

Na rede pública de Curitiba, os alunos terão que optar pelo modelo presencial tem que respeitar protocolos de segurança.. Sem o modelo de ensino híbrido nas escolas da rede pública municipal de Curitiba, a partir de segunda-feira, as aulas passam a ser 100% presenciais ou 100% remotas.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Governo do RJ cria comitê de segurança hídrica

Baixo volume de chuvas acendeu o sinal de alerta em todo o país e levou o Governo do Estado do Rio de Janeiro a criar a iniciativa para definir um plano de ações na busca de conter os impactos da situação hídrica.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Leilão da tecnologia 5G será no dia 4 de novembro

Anatel aprovou nesta sexta-feira (24) o edital, que deve ser publicado até a próxima segunda-feira (27). O valor econômico ficou em quase R$ 50 bilhões, sendo que parte desse dinheiro deverá ser investido. Com a implantação da infraestrutura de rede, a agência espera R$ 163 bilhões de investimentos nos próximos 20 anos.

Baixar arquivo