Língua Brasileira de Sinais ainda é pouco difundida no Brasil

Publicado em 24/09/2021 - 10:15 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A Libras, Língua Brasileira de Sinais, reconhecida há 19 anos como meio legal de comunicação e expressão dos surdos, ainda é pouco difundida no país. Quem não convive diretamente com essa parcela da população dificilmente aprende Libras. 

E não se trata apenas de uma barreira linguística, como nos conta a professora do Instituto de Letras da Universidade de Brasília, Enilde Faulstich. Para ela, falta ainda um grande número de professores surdos e intérpretes que possam atuar nas escolas.

A educação bilíngue de surdos, que prevê Libras como primeira língua e o português como segunda, foi instituída por lei em agosto deste ano. A especialista lembra que a modalidade escrita da língua portuguesa dá aos surdos uma condição mais direta em termos de escolarização. 

Quanto à Língua de Sinais, que não é oral e ainda não é escrita, todo vocabulário especializado se dá com o uso das mãos, como explica a professora Enilde Faulstich.

A Libras pode ser ensinada como segunda língua para quem não é surdo.  Há mais de 20 anos  Instituto de Letras da Universidade de Brasília tem uma sequência de formação para surdos. Hoje, conta mestrado e doutorado, o que permite aos surdos atuarem como professores de graduação e pós-graduação.

Edição: Roberto Piza/Edgard Matsuki

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo baiano aumenta gratificação por armas retiradas de circulação

O estado multiplicou por quatro a gratificação dada por cada arma retirada de circulação pelas polícias civil e militar. A medida, segundo o governador Rui Costa, é para valorizar a produtividade policial no enfrentamento à criminalidade.

Baixar arquivo
Saúde

STF restabelece exigência de passaporte da vacina em Macaé, no RJ

A decisão atende a pedido do município. Com isso, volta a valer o decreto que exige a apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19 para o acesso e permanência em estabelecimentos.

Baixar arquivo
Saúde

Rio suspende aplicação de dose de reforço contra covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a medida foi necessária porque houve mudanças no cronograma de entrega do imunizante da Pfizer. E que a vacinação só será retomada após a entrega de novas remessas.

Baixar arquivo
Saúde

Rio: Maré deve concluir campanha de vacinação em massa contra covid

O mutirão para aplicação da segunda dose teve início na quinta-feira (14) e está sendo realizado em clínicas da família e associações de moradores. A mutirão começou às 8h e segue até 17h. 

Baixar arquivo
Geral

INSS publica novo calendário para prova de vida

A obrigatoriedade da prova de vida está suspensa até o final deste ano. Os aposentados e pensionistas que não realizaram o procedimento continuam recebendo o benefício.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Mourão afirma que Brasil precisa investir na bioeconomia da Amazônia

O vice presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta sexta-feira que o Brasil reconhece e trabalha para enfrentar os desafios para conter os incêndios e as atividades ilegais na Amazônia.

Baixar arquivo