Uma em cada cinco alunas adolescentes sofreu violência sexual

Os dados são da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar do IBGE

Publicado em 20/09/2021 - 15:52 Por Gabriel Brum - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

A violência sexual é um problema frequente na vida de muitos adolescentes brasileiros, em especial as meninas. Isso foi o que revelou uma pesquisa do IBGE – o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Segundo o estudo, uma em cada cinco estudantes de 13 a 17 anos dizem já terem sido tocadas, beijadas ou expostas contra a vontade. Quase 9% afirmaram terem sido forçadas ao sexo. 

Os meninos também são vítimas: 9% afirmaram já terem sidos importunados sexualmente; e 3,6%, obrigados a fazer sexo.

Os dados são da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) 2019, que entrevistou mais de 160 mil estudantes de 13 a 17 anos.

Pessoas próximas dos jovens, como namorados e familiares, são os principais autores das violências.

Segundo a psicóloga e pesquisadora da Fundação Abrinq, Bruna Latrofe, muitas vezes o agressor faz ameaças para manipular a vítima, que fica ansiosa e receosa, e acaba por não denunciar.  

Bruna Latrofe afirma que os pais, antes de tudo, precisam ter um canal de diálogo aberto sobre sexualidade com os filhos. E, caso identifiquem algum sinal de alerta, devem ter confiança neles e procurar ajuda especializada.

Entre os sinais que podem ajudar a identificar uma vítima de violência sexual, além de marcas físicas, estão mudança de comportamento repentina, ansiedade, agressividade, queda no desempenho escolar e retraimento social. Também a falta de vontade de voltar para casa, quando a violência acontece na residência.

Os professores têm um papel importante, observando o comportamento dos alunos e realizando atividades sobre educação sexual, explica a psicóloga Bruna Latrofe.

As denúncias podem ser feitas em delegacias e nos Conselhos Tutelares. Também o canal Disque 100, que recebe denúncias anônimas e funciona 24 horas todos os dias.

Edição: Sâmia Mendes / Guilherme Strozi

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Dia D disponibiliza a crianças e adolescentes 18 tipos de vacinas

A campanha de multivacinação vai até o dia 29 de outubro e visa aumentar a cobertura vacinal no país, que tem caído desde 2015, quadro que se agravou durante a pandemia.

Baixar arquivo
Geral

Governo baiano aumenta gratificação por armas retiradas de circulação

O estado multiplicou por quatro a gratificação dada por cada arma retirada de circulação pelas polícias civil e militar. A medida, segundo o governador Rui Costa, é para valorizar a produtividade policial no enfrentamento à criminalidade.

Baixar arquivo
Saúde

STF restabelece exigência de passaporte da vacina em Macaé, no RJ

A decisão atende a pedido do município. Com isso, volta a valer o decreto que exige a apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19 para o acesso e permanência em estabelecimentos.

Baixar arquivo
Saúde

Rio suspende aplicação de dose de reforço contra covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde informou que a medida foi necessária porque houve mudanças no cronograma de entrega do imunizante da Pfizer. E que a vacinação só será retomada após a entrega de novas remessas.

Baixar arquivo
Saúde

Rio: Maré deve concluir campanha de vacinação em massa contra covid

O mutirão para aplicação da segunda dose teve início na quinta-feira (14) e está sendo realizado em clínicas da família e associações de moradores. A mutirão começou às 8h e segue até 17h. 

Baixar arquivo
Geral

INSS publica novo calendário para prova de vida

A obrigatoriedade da prova de vida está suspensa até o final deste ano. Os aposentados e pensionistas que não realizaram o procedimento continuam recebendo o benefício.

Baixar arquivo