Rondônia proíbe que escolas usem linguagem neutra, como o "todes"

Publicado em 22/10/2021 - 16:17 Por Gabriel Brum - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

As escolas públicas e privadas de Rondônia estão proibidas de utilizarem a chamada linguagem neutra no currículo e em materiais didáticos. Isso é o que determina uma lei sancionada pelo governo estadual.

A linguagem neutra propõe o uso de expressões e troca de letras em palavras para evitar a binaridade entre os gêneros masculino e feminino. Por exemplo, amigos ficaria “amigues” e os pronomes ele e ela, ficariam “elu”.

Para o presidente da Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero LGBTQIA+ da Ordem dos Advogados de Rondônia, Cleverton Reikdal, a lei é inconstitucional. Segundo ele, trata-se de uma matéria de competência federal e fere o direito à autodeterminação. Além disso, comunidades interessadas e especialistas não foram ouvidos.

Em nota, o governo de Rondônia diz que a lei garante aos estudantes do estado o direito ao aprendizado da língua portuguesa de acordo com a norma culta e a orientações nacionais. Ainda na nota, o governo afirma que a nova lei considera incrementar conteúdos, teorias e ideologias alheias ao que reza a Constituição Federal delito passivo de sanção..

A especialista em Linguística, Fatima Cristina Pessoa, da Universidade Federal do Pará, entende que a linguagem neutra é parte de um enfrentamento contra invisibilidade de pessoas não-binárias na sociedade. Para ela, cabe a professores e especialistas tentar entender o processo, porque o poder para mudar uma língua é dos falantes.

A norma do governo de Rondônia prevê penalidades às instituições de ensino privadas e aos profissionais de Educação que desobedecerem, mas não especifica quais punições seriam essas.

Edição: Sâmia Mendes / Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Direitos Humanos

Em 1955, Rosa Parks se recusa a ceder lugar no ônibus a homem branco

Por lei, em Montgomery, no Alabama, os negros tinham que ocupar os lugares da parte de trás nos transportes coletivos. Rosa Parks se negou a obedecer a ordem do motorista e permaneceu sentada no lugar que ocupava. Acabou presa.

Baixar arquivo
Economia

Inflação de produtos na saída das fábricas sobe 2,16% em outubro

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) mede a variação dos preços de produtos na “porta da fábrica”, sem impostos e frete, de 24 atividades das indústrias extrativas e da transformação. Vinte e duas registraram alta em outubro.

Baixar arquivo
Saúde

Rio recebe novas doses de vacina contra gripe e retoma imunização

Com a chegada das novas doses, a campanha foi retomada em alguns postos de saúde. A expectativa é que todos os pontos de vacinação já estejam com o imunizante a partir do início da tarde desta quarta-feira (1º).

Baixar arquivo
Saúde

Cidades da região metropolitana de Campinas cancelam carnaval de 2022

O principal motivo é o risco de um eventual agravamento da pandemia de covid-19 no início do ano que vem por causa de novas variantes do coronavírus. 

Baixar arquivo
Geral

PF deflagra operações contra fraudes previdenciárias no Rio

Na Operação Falsum Identitatis, agentes investigam grupo que falsificava documentos para conseguir benefícios indevidos; já a Operação Patronos apura possível participação de advogados e despachantes na obtenção de pensões fraudulentas no INSS.

Baixar arquivo
Economia

Inflação semanal medida pela FGV sobe 1,08% em novembro

Inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal  acumula alta de 9,89% nos últimos 12 meses. Em outubro, o indicador ficou em 0,77%.

Baixar arquivo