Olimpíada Brasileira do Oceano está com inscrições abertas

Publicado em 16/05/2022 - 18:40 Por Igor Cardim* - Estagiário da Rádio Nacional - Brasília

Levar a cultura oceânica para perto da população e mostrar sua importância para o dia a dia das cidades. Estas são as metas da segunda edição da Olimpíada Brasileira do Oceano, que já está com as inscrições abertas.

A iniciativa trabalha em conjunto com o ensino formal nas escolas para estudantes de diferentes idades. Mas toda população que tiver interesse pode participar.

O estudante Gabriel Henrique, de Ribeirão Preto, em São Paulo, participou da primeira edição da Olimpíada no ano passado e conta como foi.

“Achei que as provas tiveram um nível bem interessante e ainda pude aprender mais sobre o oceano e como outros componentes curriculares, além do de ciências, podem se relacionar a esse tema e contribuir para a formação de uma cultura oceânica maior para quem participam desta olimpíada.”  

Depois de se inscrever, o candidato deve escolher uma das seguintes modalidades: prova de conhecimentos, produções artísticas, culturais e/ou tecnológicas e projetos socioambientais. Cada uma delas trabalha o oceano de uma maneira diferente. Em comum, abordam temas estabelecidos em 2017 pela ONU, a Organização das Nações Unidas, quando instituiu a Década da Ciência Oceânica. É o que explica William Conti, coordenador da Olimpíada Brasileira do Oceano.

"Instigar a compreensão do papel do oceano na nossa vida e da influência das nossas ações no oceano, além disso, essa iniciativa fica alinhada aquilo que se conhece como década da ciência oceânica para o desenvolvimento sustentável, que é da ONU, aquele período que compreende os anos de 2021 até o ano de 2030. Não deixa de ser uma ação para atingir essas metas dos objetivos do desenvolvimento sustentável dessa agenda 20/30 da ONU.”

Entre as metas para a Década da Ciência Oceânica estão a mudança da relação da humanidade com o oceano e entender e vencer a poluição marinha.

O CNPQ, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, vai oferecer 45 bolsas de iniciação científica para os estudantes que se destacarem na prova de conhecimentos da Olimpíada Brasileira do Oceano.

A competição é organizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e pela Unifesp, Universidade Federal de São Paulo.

As inscrições seguem abertas até o dia 9 de setembro pelo site olimpiada.maredeciencia.eco.br.

*Com supervisão de Bianca Paiva

Edição: Bianca Paiva - GT Passos

Últimas notícias
Geral

Cantareira vai a 40% do nível de água e entra em estado de alerta

Sabesp informou que ainda não há risco de desabastecimento. Sistema é composto por seis mananciais que, juntos, estão operando com 54% da capacidade.

Baixar arquivo
Geral

Chuvas: 40 mil pessoas estão desalojadas ou desabrigadas em Alagoas

As fortes chuvas que caíram em Alagoas a partir da madrugada deste sábado (02) deixaram 40 mil pessoas entre desalojadas e desabrigadas.

Baixar arquivo
Economia

Mercado de aviação cresce no Brasil, mas segue abaixo da pré-pandemia

Ao todo, 6 milhões e 400 mil passageiros voaram no mercado doméstico brasileiro em maio deste ano. O número representa 10% menos que o mês de maio de 2019, ou seja, antes da pandemia. 

Baixar arquivo
Internacional

Portugal vai criar novo visto de trabalho a brasileiros no país

Em visita ao Rio de Janeiro, neste sábado (02), o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Souza, citou a proposta que cria um novo visto de trabalho para brasileiros.

Baixar arquivo
Geral

Cristo Redentor ganha iluminação especial na cor laranja

O tom escolhido para irradiar o icônico ponto turístico faz uma alusão ao Dia Municipal de Redução do Risco de Desastres.

Baixar arquivo
Economia

Doação de pessoa para campanha via PIX só pode ser feita pelo CPF

A decisão por unanimidade foi do plenário do Tribunal Superior Eleitoral na sessão desta sexta-feira.

Baixar arquivo