Mudanças no novo ensino médio deixam alunos de SP apreensivos

Publicado em 18/04/2023 - 15:35 Por Nelson Lin - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

A implementação do novo ensino médio no estado de São Paulo, com a substituição de algumas disciplinas clássicas como biologia, química, geografia pelos chamados “itinerários formativos” está causando muita apreensão em alunos na grande São Paulo. Isso porque, na prática, significa a esses estudantes menos aulas de matérias que vão cair no Enem deste ano. 

Apesar da implementação do novo ensino médio estar suspensa pelo Ministério da Educação desde o dia 3 de abril, no estado de São Paulo a implantação foi acelerada e por isso estudantes do 3º ano no estado já têm aulas, desde 2022, com esses novos itinerários formativos. 

Nas redes sociais, os jovens expressam essa preocupação e questionam a relevância de muitas dessas novas disciplinas dos novos itinerários formativos, como empreendedorismo ou projetos de vida. 

O professor de Biologia José Henrique Lemos, que é professor concursado do estado desde 1987, falou que a situação das escolas públicas que sempre foi precária, piorou ainda mais com o novo ensino médio porque a maior parte das instituições de ensino não tem  como oferecer esses itinerários formativos com qualidade.

Aldo Santos, um dos diretores da Apeoesp no ABC paulista, explica que a bandeira dos movimentos de educação pela revogação do novo ensino médio não significa voltar ao modelo anterior, e que há uma discussão desde 2012 dos movimentos que precisa ser resgatada para melhorar a educação em todo o país. 

Em nota, a secretaria de Educação do Estado de São Paulo afirmou que segue em diálogo com os estudantes e a rede escolar, buscando aprimorar o novo ensino médio e que a pasta estuda ajustes na distribuição da carga horária a partir de 2024 e investirá no apoio aos professores. 

 

Edição: Ana Lúcia Caldas / Alessandra Esteves

Últimas notícias
Saúde

Campanha de vacinação: 22% do público-alvo tomou vacina contra gripe

A meta é vacinar 75,8 milhões de pessoas. Mas até agora foram vacinadas 14,4 milhões. 

 

Baixar arquivo
Geral

Apoiadores de Bolsonaro fazem ato público no Rio de Janeiro

Os discursos de aliados do ex-presidente misturaram política e religião, em favor de Bolsonaro, do dono da rede social X, Elon Musk, e da liberdade de expressão.

Baixar arquivo
Saúde

Brasil registra paciente com cólera em Salvador

O caso autóctone da doença – que teve origem no local onde ocorreu o diagnóstico - foi confirmado pelo Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Política

PEC do Quinquênio deve ser analisada no plenário do Senado nesta terça

A proposta de Emenda à Constituição estabelece um adicional por tempo de serviço para magistrados, integrantes do Ministério Público, advogados públicos, delegados da Polícia Federal e outras carreiras.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Mulheres vão às ruas pelo direito ao parto humanizado

Na marcha, mulheres reivindicam o direito de escolha na hora do parto e o direito ao atendimento por enfermeiras obstétricas.

Baixar arquivo
Segurança

Perfis bloqueados no X por ordem judicial ainda fazem transmissões

Isso é o que diz um relatório parcial da Polícia Federal (PF) aberto para investigar o empresário norte-americano e dono do antigo Twitter, Elon Musk. Foi constatado ainda que os perfis interagem com usuários brasileiros.

Baixar arquivo