País avança no ensino integral e em matrículas em creches e pré-escola

Ceará, Piauí e Maranhão lideram matrículas em tempo integral

Publicado em 22/02/2024 - 16:18 Por Gabriel Brum - repórter da Rádio Nacional - Brasília

Quase 70 milhões de pessoas não terminaram a Educação Básica no Brasil e estão fora da escola. Por outro lado, o país avançou no ensino em tempo integral e na presença de crianças em creches e na pré-escola. Os dados do Censo Escolar foram apresentados nesta quinta-feira (22).

O ministro da Educação, Camilo Santana, defendeu programas para garantir a formação na idade certa, que pode ajudar a reduzir o abandono escolar.

Com relação aos brasileiros que saíram da escola antes do tempo, o ministro falou de uma proposta para atraí-los para a educação de jovens e adultos.

“Temos aí um passivo, que precisamos resolver. Nós vamos apresentar, em breve, uma política mais integrada que envolva principalmente os adultos, com a qualificação profissional, que é uma forma de você atrair a pessoa pra concluir os estudos, se alfabetizar, a garantir uma profissão”, pontua o ministro.

O Brasil se aproximou das metas do Plano Nacional de Educação na oferta de escolas em tempo integral e nas matrículas na creche e na pré-escola.

Nas creches, as matrículas alcançaram 4 milhões e 100 mil crianças no ano passado. O plano estabelece que metade das crianças até três anos estejam na creche no fim de 2024, o que seria algo em torno de 5 milhões de matrículas.

Na pré-escola são cinco milhões e trezentas mil crianças, de 4 e 5 anos, matriculadas, dado comemorado pelo diretor de Estatísticas Educacionais do Inep, Carlos Eduardo Moreno, uma vez que, segundo ele, os números se aproximam da universalização de pré-escolas.

Hoje, o Brasil tem 21% das matrículas da educação básica em tempo integral nas escolas. A meta no Plano Nacional de Educação é de 25%. Ceará, Piauí e Maranhão lideram.

 

Edição: Nadia Faggiani / Fran de Paula

Últimas notícias
Geral

Portos e Aeroportos e Anac irão investigar morte de cão Joca em avião

O cão Joca morreu aos cuidados da Gol. Ele foi embarcado para o destino errado e ficou oito horas dentro do canil, a uma temperatura de 36°. Presidente Lula prestou homenagem ao golden retriever, usando uma gravata com cachorros.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Caso Bruno e Dom: Justiça adia julgamento sobre júri popular

O desembargador federal retirou o julgamento da pauta para avaliar o pedido dos advogados de defesa. Ele também não divulgou nova data para retornar a apreciação. 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Letalidade policial no Brasil preocupa, aponta Anistia Internacional

“As polícias do Brasil não usam a inteligência como ferramenta. Usam a brutalidade, o tiroteio, as armas, a matança", afirma Jurema Werneck, Diretora Executiva da Anistia Internacional Brasil. Relatório da organização mostra violações de direitos humanos em mais de 150 países. No Brasil, as denúncias em 2023 aumentaram 41%, em relação a 2022.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Indígenas capturam 12 garimpeiros em Território Yanomami

Os garimpeiros foram escoltados até uma equipe da Força Nacional e serão levados para sede da Polícia Federal em Boa Vista. 

Baixar arquivo
Educação

São Paulo oferece curso inédito de licenciatura intercultural indígena

O curso é voltado a docentes que lecionam em escolas de terras indígenas de São Paulo dos povos Guarani Mbya e Nhandewa, e também das etnias Kaingang, Krenak e Terena.

Baixar arquivo
Educação

Professores indígenas na Bahia terão mesmo salário da rede estadual

A lei que reestrutura a carreira de professores indígenas foi sancionada pelo governador, Jerônimo Rodrigues. E assegura condições, gratificações e adicionais previstos para o magistério público dos ensinos fundamental e médio. 

Baixar arquivo