PSG anuncia apoio a Neymar em caso de racismo

Clube pede investigação da Liga de Futebol Profissional da França

Publicado em 14/09/2020 - 19:29 Por Maurício Costa - Rio de Janeiro

O Paris Saint-Germain divulgou, nesta segunda-feira (14), um comunicado anunciando apoio a Neymar, que acusou o zagueiro Álvaro González de racismo durante a partida contra o Olympique de Marseille, neste domingo (13), válida pela terceira rodada do Campeonato Francês.

Na nota, o PSG afirma que “não há lugar para o racismo na sociedade, no futebol ou nas nossas vidas e apela a todos para que se manifestem contra todas as suas manifestações em todo mundo”.

O PSG também pediu ação da Comissão Disciplinar da Liga de Futebol Profissional (LFP) e se colocou à disposição para colaborar no andamento das investigações.

Neymar foi expulso na derrota para o Olympique, neste domingo, por ter dado um tapa na cabeça do espanhol Álvaro González. Aos 37 minutos do primeiro tempo, o atacante já havia chamado o quarto árbitro reclamando do zagueiro, gritando “Racismo, não”.

Após a partida, o atacante reagiu em sua conta oficial no Twitter denunciando o jogador adversário, afirmando que foi chamado de macaco. Logo depois, Neymar postou novamente e disse que o único arrependimento dele era “não ter dado um soco na cara” de Álvaro González.

O zagueiro também utilizou as redes sociais para se defender, publicando uma foto com outros jogadores do Olympique. Ele disse: “Não há lugar para racismo. Carreira limpa e com muitos companheiros e amigos no dia a dia. Às vezes, tem que aprender a perder e assumir isso em campo. Incríveis três pontos hoje”.

A postagem provocou nova reação de Neymar, que respondeu: “você não é homem de assumir teu erro, perder faz parte do esporte. Agora insultar e trazer o racismo para nossas vidas não, eu não estou de acordo. Eu não te respeito! Você não tem caráter! Assume o que você fala, seja homem. Racista!”.

A LFP ainda não se manifestou sobre o caso.

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Educação

Enade 2021: inscritos devem responder a questionário obrigatório

Os alunos tem até o dia 13 de novembro para enviar as respostas. A finalização desse processo é um pré-requisito para a prova que será realizada no dia 14 de novembro.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz: vírus respiratórios ressurgem em crianças e acendem alerta

Assim como a covid-19, esses vírus também têm gerado quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave, complicação respiratória associada ao agravamento de alguma infecção viral. 

Baixar arquivo
Segurança

Esconderijo do miliciano Adriano da Nóbrega é demolido no Rio

Acusado de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), o Capitão Adriano, como era conhecido, representava o alto comando da organização miliciana “Escritório do Crime” e foi morto em 2020, numa operação comandada pela PM da Bahia.

Baixar arquivo
Segurança

Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária atua em Roraima até novembro

A Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária permanece em Roraima até o dia 30 de novembro. Os agentes participantes da ação são ligados à União, atuam em âmbito nacional e estão no estado desde 2018.

Baixar arquivo
Política

Votação da PEC dos Precatórios será presencial na próxima quarta-feira

A informação é do líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros pelo twitter. Ele escreveu que a votação será feita presencialmente e que parlamentares foram mobilizados para garantir o quórum necessário.

Baixar arquivo
Saúde

Campanha de Multivacinação termina nesta sexta-feira em todo Brasil

A campanha quer atualizar a caderneta de vacinação das crianças e adolescentes menores de 15 anos com imunização contra HPV, febre amarela, sarampo, rubéola, caxumba em todo o Brasil.

Baixar arquivo