História Hoje: Mossoró foi o município pioneiro na libertação dos escravos

Publicado em 30/09/2016 - 06:00 Por Apresentação América Melo - Brasília

Há 133 anos, Mossoró, no Rio Grande do Norte, libertava seus escravos cinco anos antes da assinatura da Lei Áurea que acabou a escravidão no Brasil. Motivo de grande festa cívica, hoje é feriado municipal na cidade.

 

A ideia de Mossoró libertar os escravos surgiu a partir de uma homeagem prestada pela maçonaria ao casal Romualdo Lopes Galvão, líder da política e do comércio local em 1883.

 

A proposta tomou força com o apoio popular e naquele mesmo ano, foi instalada, na Câmara Municipal, a "Sociedade Libertadora Mossoroense".

 

A Sociedade estabeleceu como meta libertar os 86 escravos que viviam na cidade. Foi instituído então o dia 30 de setembro para que todos os escravos fossem libertos. E o objetivo foi alcançado. Já no mês de junho, em sessão especial realizada na Loja Maçônica 24 de Junho, 40 escravos forram alforriados.

 

Naquela época manter escravos era caro e muitas pessoas não faziam oposição em libertá-los. Somente alguns fazendeiros reivindicaram indenização pela alforria. Os escravos libertos continuaram vivendo nas fazendas, não mais como cativos, e sim como funcionários, remunerados.

 

O movimento era organizado e se preocupou com o futuro libertos, diferente do aconteceu com a Lei Áurea, quando os escravos foram expulsos das fazendas, e acabaram marginalizados.

 

Após o fim da escravidão na cidade, Mossoró passou a receber uma quantidade significativa de escravos que fugiam de outros municípios em busca da liberdade.

 

Desde então, o dia 30 de setembro passou a ser a grande data cívica mossoroense. Em 1913 a data foi declarada, através de lei, como feriado municipal.

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados a cada dia do ano. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.
 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

Setor de chocolates estima contratar 11,6 mil temporários para Páscoa

Segundo a entidade que representa o setor, a Abicab, a expectativa com as vendas é boa. As empresas esperam recuperar as perdas com a Páscoa de 2020, bastante afetada pelo fato de anúncio da pandemia ter sido feito no mês de março.

 

Baixar arquivo
Saúde

Falta de olfato e de paladar na covid-19 ainda intrigam pesquisadores

Os dois sintomas são característicos da doença e permanecem por longo tempo. Não há tratamento para o mal, mas a medicina tem lançado mão de uma forma diferenciada para que os pacientes voltem a recuperar esses sentidos.

Baixar arquivo
Geral

No Brasil, 2,1% dos casamentos envolvem meninas com menos de 18 anos

Maior incidência é do estado de Rondônia, com 6,4% dos casamentos envolvendo meninas de 16 e 17 anos de idade. Depois, vem o Acre e o Maranhão, com 3,9%. Os dados são da Pesquisa de Indicadores Sociais das Mulheres, feita pelo IBGE. No Brasil, o fenômeno pode estar relacionado às regiões mais pobres e à violência.

 

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Em tempos de pandemia, hortas caseiras fazem sucesso

Com mais tempo em casa, passou a ser possível a produção dos próprios alimentos. As vantagens de se ter uma pequena horta são muitas: alimentos livres de agrotóxicos, hobby, paisagismo, economizar nas compras e até mesmo produzir menos lixo.

Baixar arquivo
Saúde

Professores e estudantes farão parte de grupo prioritário de vacinação

Demais profissionais da educação serão incluídos. Anúncio foi feito nesta sexta-feira (5) pelo Ministério da Educação, mas data ainda não foi confirmada.

Baixar arquivo
Economia

Custo da cesta básica cai em 12 de 17 capitais pesquisadas pelo Dieese

Maiores reduções foram registradas em Campo Grande, Brasília, Belo Horizonte, Vitória e Goiânia

Baixar arquivo