Lixo marinho representa risco para a vida de animais

Meio Ambiente

Publicado em 22/07/2017 - 09:03 Por Nelson Lin - São Paulo

O lixo que está no mar representa um grande risco à vida dos animais marinhos. De acordo com dados do Instituto Argonauta, em São Paulo, 1.200 tartarugas marinhas morreram desde janeiro de 2016 e, destas, cerca de 25% por causa da ingestão de lixo marinho.


Hugo Gallo, presidente do Instituto Argonauta, diz que 99% das manchas de lixo nos oceanos é formada por plástico descartado pelos humanos, que causam mortes, como a de uma tartaruga marinha que ingeriu bexigas, em junho deste ano, no litoral norte de São Paulo. 


A costa marinha brasileira tem extensão de 8,5 mil quilômetros, mas ainda não há estudos sistemáticos sobre a quantidade de lixo no mar e de quantos animais os dejetos matam por ano.


De acordo com nota do Ministério do Meio Ambiente enviada à reportagem, o combate ao lixo no mar deverá constar no plano de gerenciamento costeiro que está em processo de elaboração.
 

A nota informa que cabe a todos os setores públicos - municipal estadual e federal - o papel educativo na conscientização da população e do setor privado.


O ministério prevê a realização do 1° Seminário sobre Lixo Marinho, em novembro, em Brasília, com o objetivo de organizar dados e estratégias para combater o problema. 


O biólogo João Alberto dos Santos faz um alerta, lembrando que o lixo marinho chama a atenção quando se divulga morte de animais grandes, como as tartarugas marinhas.


Ele ressalta que a poluição das águas, por produtos cosméticos como pasta de dentes ou esfoliantes que contêm microplásticos, também matam seres menores, como crustáceos, afetando toda a cadeia natural do mar.


Por isso, a defesa da vida marinha também envolve a conscientização dos consumidores na hora de escolher os produtos. 


No litoral de São Paulo, o Instituto Argonauta orienta para que as pessoas, ao encontrarem animais feridos ou mortos na praia, entrem em contato com institutos de monitoramento da vida marinha da região. No caso do litoral norte de São Paulo o número é 0800 6423341.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Meio Ambiente

Quase 90 mil ações sobre a Amazônia foram abertas em 34 anos, diz Fux

O ministro Luiz Fux, presidente do Supremo e do CNJ, disse que colocou a questão ambiental como prioridade e que a proteção do meio ambiente é um direito fundamental previsto na Constituição, um dever do Estado e de todos.

Baixar arquivo
Esportes

Confira os resultados da Taça Libertadores e os jogos de hoje

Jogos de ida das oitavas de final da Taça Libertadores da América. Jogando em casa, o Athletico paranaense ficou no empate com o River Plate, da Argentina, em um a um.

O Santos não tomou conhecimento da altitude, foi até Quito, e venceu a LDU por dois a um.

Baixar arquivo
Economia

Procon divulga lista com 200 sites de compras que não são seguros

A lista com os sites que o consumidor deve evitar na hora de comprar pela internet, por ser acessada diretamente na página do Procon: procon.rj.gov.br. 

Baixar arquivo
Economia

Governo Federal abre linha de crédito para pequenas e médias empresas

Para comemorar os 20 anos de criação do Funttel, Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações, o governo federal anunciou nesta terça-feira (24) a abertura de duas linhas de crédito para pequenas e médias empresas do setor.

Baixar arquivo
Saúde

Principal meio de socorro de ribeirinhos, ambulanchas são doadas no AM

Embarcações levam pacientes de áreas de difícil acesso para o hospital. Cinco delas foram doadas para as Reservas de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro e de Puranga Conquista e da Área de Proteção Ambiental do Rio Negro, no Amazonas, pela Fundação Amazonas Sustentável em parceria com a Embaixada da França.

Baixar arquivo