Sancionada lei que torna crime hediondo porte de armas como fuzis e metralhadoras

Sanção

Publicado em 26/10/2017 - 20:13 Por Sumaia Vilela - Brasília

O presidente Michel Temer sancionou a lei que torna crime hediondo a posse e o porte de armas de uso exclusivo das Forças Armadas, como fuzis e metralhadoras. A publicação será nesta sexta-feira, no Diário Oficial da União. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, durante assinatura de contrato de financiamento da Caixa Econômica Federal com o município do Rio de Janeiro.

 

O prefeito Marcelo Crivella, autor do Projeto de Lei na época que era senador, pediu no evento que Temer fizesse a sanção.

 

O assunto está ligado à crise de segurança do Rio de Janeiro, que tem as Forças Armadas atuando em operações nas favelas da capital. O presidente Temer falou em discurso que segurança pública é uma das prioridades do governo federal, lamentou a morte do comandante do Terceiro Batalhão da PM do Rio de Janeiro, assassinado nessa quinta, e opinou sobre o tratamento que deve ser dado a criminosos.

 

 

O evento ocorre um dia depois da vitória de Temer na Câmara, onde 251 deputados votaram por não autorizar o Supremo Tribunal Federal a investigar o presidente da República e os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha.

 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também esteve no local mas o evento foi fechado para a imprensa, transmitido apenas pelo Facebook. Michel Temer afirmou esperar que a crise política se encerre com a votação desta quarta-feira, e enumerou o que considera conquistas de seu governo.


No evento desta quinta-feira, foi assinado contrato para que a Caixa Econômica Federal empreste 652 milhões de reais para que a prefeitura do Rio de Janeiro invista em infraestrutura. Quase 200 milhões de reais vão ser destinados a obras na região portuária do Rio, como para a demolição do viaduto da Perimetral e a construção do Reservatório de água do Morro do Pinto.

Últimas notícias
Meio Ambiente

MPF realiza audiência para ouvir pescadores afetados por hidrelétrica

A ideia é apurar os impactos da construção da hidrelétrica de Belo Monte na atividade pesqueira no rio Xingu e verificar se as reparações aos atingidos estão acontecendo

Baixar arquivo
Justiça

Defesa de doutor Jairinho tenta reverter cassação do parlamentar

Jairinho e a namorada, mãe de Henry Borel, estão presos desde abril acusados de matar o menino de quatro anos em março deste ano.

Baixar arquivo
Geral

Chimpanzé Enos foi enviado ao espaço em 29 de novembro de 1961

Com cinco anos e meio, Enos embarcou na Mercury-Atlas 5 e se tornou o primeiro e único da espécie a fazer uma viagem na órbita terrestre. A missão funcionou como um teste antes do voo tripulado que levaria o primeiro astronauta norte-americano ao espaço.

Baixar arquivo
Economia

Inadimplência sobe em novembro e atinge o maior patamar do ano

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) de novembro mostra que mais de 26% das famílias relatam ter dívidas ou contas em atraso. Em outubro, percentual de endividados estava em 25,6%.

Baixar arquivo
Economia

Mutirão de renegociação de dívidas com bancos termina nesta terça

Participam do mutirão mais de 160 instituições financeiras, com condições especiais. Alvo são pessoas físicas com dívidas em atraso, que tenham sido contraídas de bancos ou financeiras e que não possuem bens dados em garantia.

Baixar arquivo
Geral

Liminar suspende greve dos rodoviários do Rio de Janeiro

Sindicato informou que iria acatar a decisão da Justiça do Trabalho, mas que o estado de greve está mantido e que vai tentar derrubar a decisão judicial. Uma das principais reivindicações da categoria é o reajuste de salários.

Baixar arquivo