Polícia Militar desativa uma das bases da UPP no Morro de São Carlos

Segurança Pública

Publicado em 28/08/2018 - 15:29 Por Ícaro Matos - Rio de Janeiro

O COE, Comando de Operações Especiais da Polícia Militar, formado pelas tropas de elite da corporação, realiza operação nesta terça-feira, no Complexo de favelas do São São Carlos, no Estácio, região central do Rio de Janeiro.

 

Além do próprio Morro de São Carlos, o complexo também engloba os morros da Mineira, do Zinco e da Querosene, além de outras comunidades menores da região. Participam da ação homens do Batalhão de Operações Especiais, o Bope, do Batalhão de Choque e do Batalhão de ações com Cães, que contam com o apoio de um veículo blindados e equipamentos de engenharia.

 

De acordo com a Polícia Militar, o objetivo da operação é colocar em prática alterações operacionais que foram planejadas pelo Comando de Polícia Pacificadora, entre elas a desativação de uma das bases da UPP do São Carlos, que é feita pela Equipe de Demolição Tática do BOPE.

 

Ainda segundo a PM, as novas medidas serão implementadas para  possibilitar uma melhor distribuição do efetivo da UPP, reforçando o policiamento e aumentando a segurança dos policiais.

 

Nas redes sociais, moradores da região publicaram diversas mensagens e vídeos sobre intensos tiroteios nas comunidades desde o início da manhã. De acordo com a Policia Militar, logo no início da operação, um suspeito foi ferido em confronto com policiais do Bope no Morro de São Carlos.

 

Ele, que não teve a identidade revelada, foi socorrido para o hospital Souza Aguiar, no Centro, mas não há informações sobre o estado de saúde dele. Com o suspeito os agentes apreenderam uma pistola, uma granada de fabricação caseira e drogas embaladas para a venda.

 

A partir de 2017, o Complexo de São Carlos ganhou relevância no mapa do crime organizado porque passou a ser a base da facção paulista Primeiro Comando da Capital, no Rio.

 

De acordo com a Polícia Civil, o PCC se aliou ao Terceiro Comando Puro, que domina o Complexo do São Carlos, e passou a fornecer drogas, armas e munições para a facção carioca, apoiando inclusive a tentativa de invasão da favela da Rocinha, em setembro do ano passado.

Últimas notícias
Economia

Carlos França afirma que entrada do Brasil na OCDE trará investimentos

O ministro das relações exteriores, Carlos França afirmou que a entrada do Brasil na OCDE vai ajudar a trazer investimentos estrangeiros e criar um ambiente de negócios favorável ao país.

Baixar arquivo
Saúde

Boletim da Fiocruz aponta aumento de casos de covid em todo o país

São 25 unidades da federação que apresentam ao menos uma macrorregião de saúde com nível de casos semanais de Síndrome Respiratória Aguda Grave considerado muito alto ou extremamente alto. 

 

Baixar arquivo
Saúde

Hospitais federais do RJ vão receber mais 1.700 profissionais de saúde

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro tem cobrado a realização de concursos públicos para substituir de forma definitiva os profissionais que atuam com contratos temporários.

Baixar arquivo
Política

Voo com 211 brasileiros deportados dos EUA chega ao Brasil

Coordenadoria da Infância e Juventude do TJ-MG informou que 90 crianças que desembarcaram do voo humanitário estavam acompanhadas por pelo menos um responsável com vínculo biológico e que nenhuma precisou ir para abrigos.

Baixar arquivo
Geral

Trotes para serviços de emergência viram multa no Acre

Nos últimos três anos, o Acre registrou mais de 15 mil trotes. E esse não é um problema que atinge somente os serviços de urgência no estado.

Baixar arquivo
Economia

Aumento de contaminações por covid desacelera crescimento do turismo

A onda da pandemia de covid-19 provocada pela variante ômicron fez com que destinos turísticos muito procurados no país tivessem redução na oferta de voos diários ao longo do mês de janeiro.

Baixar arquivo