Distrito Federal: Ocupação da orla do lago Paranoá será revista pela gestão de Ibaneis Rocha

Distrito Federal

Publicado em 15/01/2019 - 08:28 Por Dayana Vítor - Brasília

O futuro do projeto Orla Livre, que já destinou 6,5 quilômetros da Orla do Lago Paranoá para uso da população, deverá ser decidido pelo atual governo ainda neste semestre.

 

A iniciativa do ex-governador Rodrigo Rollemberg foi inaugurada no início do ano passado.

 

O atual governador Ibaneis Rocha disse, nessa segunda-feira (14), ser favorável à retirada das construções da orla do Lago, mas contra o projeto Orla Livre. De acordo com Ibaneis, a Secretaria do Meio Ambiente e o Instituto Brasília Ambiental (Inbram) vão realizar um estudo sobre a preservação da Orla.

 

O coordenador do movimento Ocupe o Lago, Marcelo Ottoni, considera que a ocupação do Paranoá nos moldes de hoje deveria continuar, aliada à preservação ambiental.

 

Depois de várias decisões judiciais, as construções que existiam a até 30 metros do lago Paranoá foram demolidas entre os anos de 2015 e 2017. Os 6,5 quilômetros da orla, que passam pelo Pontão, Parques Península Sul e Asa Delta, foram entregues à população no dia 12 de janeiro de 2018. Lá é possível caminhar, correr e pedalar próximo ao Lago Paranoá.

Últimas notícias
Geral

SP: Polícia Civil analisa novas imagens de ônibus de dupla sertaneja

No último dia 7 de maio, o ônibus tombou e matou 6 pessoas, entre elas o do cantor Aleksandro, que fazia dupla com Conrado, na altura da cidade de Miracatu, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Economia

Ministério da Economia prevê inflação de 7,9% para 2022

A Secretaria de Política Econômica justificou que o aumento dos preços dos alimentos, dos combustíveis e dos serviços fez a equipe do governo revisar para cima a previsão do IPCA para 2022.

Baixar arquivo
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: número de testes positivos em farmácias cresce 54% em maio

Dos 210 mil testes realizados na primeira quinzena do mês, quase 50 mil comprovaram a infecção pelo coronavírus. Já em abril, foram 262 mil no total e cerca de 32 mil confirmaram a presença do Sars-Cov-2.

Baixar arquivo