Ex-secretário nacional de Justiça é preso acusado de desviar recursos e ajudar na fuga do Rei Arthur

Rio de Janeiro

Publicado em 05/03/2020 - 21:41 Por Fabiana Sampaio - Rio de Janeiro

O ex-secretário nacional de Justiça, Astério Pereira dos Santos, foi preso preventivamente nesta quinta-feira no Rio de Janeiro, na Operação Titereiro, mais uma fase da Operação Lava Jato no Estado.


Ele e outras 14 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal pelos crimes de corrupção ativa e organização criminosa. Segundo o MPF, o grupo integra o esquema de corrupção do ex-governador Sérgio Cabral.


Os denunciados são acusados de participar de um esquema de pagamento de propinas a conselheiros do Tribunal de Contas do Estado em troca de benefício a empresas que detinham contrato para fornecimento de alimentação a presídios e centros de custódia de menores infratores do estado.

Astério ocupou o cargo de secretário nacional de justiça em 2017, durante o governo de Michel Temer, e é apontado como um dos líderes do esquema. Ele também é ex-procurador de Justiça do Rio e foi secretário de Administração Penitenciária do governo de Rosinha Garotinho.


O MPF afirma que ele é sócio oculto em uma das empresas fornecedoras de alimentação que repassavam 15% dos valores devidos pela prestação do serviço a conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. O dinheiro saía do Fundo de Modernização da Corte.


Em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira, o procurador da República Felipe Bogado destacou a figura central de Astério no esquema de corrupção, que acabou inspirando o nome Titereiro da Operação, que faz referência a manipuladores de marionetes.

 

Segundo o procurador, enquanto ocupou o cargo de ex-secretário Nacional de Justiça, Astério pode ter auxiliado a fuga do empresário Arthur Soares, conhecido como Rei Arthur, para os Estados Unidos, já que os dois tinham uma relação de longa data.


O ex-secretário teria vazado a informação do pedido feito pelo MPF aos Estados Unidos, de cooperação jurídica internacional para a prisão do empresário.

 

Arthur Soares estava em Portugal na época e retornou aos Estados Unidos onde, segundo o MPF, ele pode ter fechado um acordo de colaboração para não ser alcançado pela justiça brasileira.

 

Na denúncia da operação Titereiro, o MPF também pediu à Justiça Federal o bloqueio total de mais de R$ 800 milhões dos denunciados e das empresas envolvidas no esquema investigado. Foram expedidos seis mandados de prisão preventiva e três de prisão temporária, além de 33 de busca e apreensão.


Em nota, o advogado de Astério, Fernando Augusto Fernandes, disse que "acredita na Justiça e tem segurança que com os esclarecimentos prestados o processo provará que a denúncia parte de informações inverídicas". O advogado afirma ainda que a denúncia "não precedeu de nenhuma investigação anterior da Polícia Federal e foi ato exclusivo do MP sem bases probatórias".

Últimas notícias
Geral

Distrito Federal abre abrigo provisório depois de recorde de frio

Por enquanto, são 100 vagas a serem preenchidas por ordem de chegada, para pernoite, das 20h até as 8h, no Ginásio do Centro Integrado de Educação Física, na quadra 907 Sul, região central da capital federal.

Baixar arquivo
Geral

Divulgada a lista de aprovados do concurso para o Censo 2022, do IBGE

Agora a próxima etapa será a de convocação e depois os aprovados serão chamados pelo IBGE para realizar treinamento.

Baixar arquivo
Economia

Equipe econômica aumenta previsão de alta para a inflação deste ano

De acordo com o Relatório de Receitas e Despesas do segundo bimestre, a inflação que, na previsão anterior, encerraria o ano em 6,5%, agora deve chegar a 7,9%, mais que o dobro do centro da meta de inflação anunciada para este ano, que seria de 3,5%. Já a previsão da taxa Selic subiu de 11,6% ao ano para 12,2%.

Baixar arquivo
Saúde

Brasileiro é o 1º caso de varíola dos macacos registrado na Alemanha

O rapaz, de 26 anos, viajou também para Portugal e Espanha antes de chegar a Alemanha. Ele estava há uma semana em Munique, cidade ao sul do país. A informação foi divulgada pelo Instituto de Microbiologia de Bundeswehr, ligado às forças armadas alemãs.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Agricultura lança campanha de promoção do produto orgânico

A campanha tem como objetivo detalhar os mecanismos de controle da qualidade orgânica que são utilizados no Brasil. Ou seja, ajudar o consumidor a identificar se determinado produto no mercado é orgânico e também a reconhecer as fraudes.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Frio começa a perder força na área central do país

O deslocamento de uma frente fria sobre o litoral da Bahia, associada a alta convergência de umidade vinda do Oceano Atlântico, vai favorecer a ocorrência de fortes chuvas no norte da região Nordeste.

Baixar arquivo