Motociclistas recebem quase 3 vezes mais indenizações do DPVAT do que outros condutores

3 vezes mais que o resto

Publicado em 06/03/2020 - 21:54 Por Kariane Costa - Brasília

No Brasil, são os motociclistas as vítimas que mais recebem indenizações do seguro DPVAT por envolvimento em acidentes de trânsito. O número é três vezes maior quando comparado aos outros tipos de motoristas.


Em 10 anos, foram pagas quase 3,3 milhões indenizações às vítimas de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas. Deste total de ocorrências, quase 200 mil pessoas morreram, 2,5 milhões ficaram inválidas permanentemente e quase 560 mil benefícios foram pagos para reembolso com despesas médicas.


O número chama atenção quando é comparado a condutores ou passageiros de outros tipos de veículos, como carros ou ônibus. No mesmo período, foram pagas 1,2 milhão indenizações a esse grupo de acidentados. É o que mostra um relatório com dados processados pela Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT.


De acordo com o presidente do Observatório Nacional de Segurança no Trânsito, José Aurélio Ramalho, a mudança para a redução de acidentes no trânsito passa pela educação. Ele considera que esta é uma medida a longo prazo, mas que, no futuro, vai representar redução dos números de mortos e feridos no trânsito brasileiro.


“A partir desse ano, de acordo com a base nacional comum curricular, passa a ser obrigatório, transversalmente, a disciplina trânsito. Ou seja, os futuros motoristas, as crianças, quando chegarem à vida adulta, virão cum pouco mais preparados, com avaliações muito mais disciplinadas, como aconteceu com o meio ambiente. O acidente de trânsito tem associação direta com percepção de risco. Na hora que ele percebe risco, ele muda o comportamento e passa a ter mais preocupação”.


Em relação ao relatório, Ramalho adverte que há um período de até três anos para requerer o seguro DPVAT após o acidente.


Tramita no Congresso uma proposta do governo para acabar com o seguro obrigatório por meio de uma medida provisória. Mas a MP foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal.


Em meio à indefinição, houve uma redução do valor para o DPVAT em 2020. Mais de 4 milhões de pessoas acabaram pagando a mais, e têm direito a receber a diferença de volta.

Últimas notícias
Cultura

Rádio Nacional do RJ pode ser declarada Patrimônio Imaterial do Estado

A Rádio Nacional do Rio de Janeiro poderá ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do Estado. Um projeto de lei, de autoria dos deputados estaduais Mônica Francisco, do PSOL, e Waldeck Carneiro, do PSB, foi aprovado na Assembleia Legislativa.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

SP usa pela primeira vez a queima controlada para prevenir incêndios

A experiência está acontecendo na Estação Ecológica Jataí na cidade de Luís Antônio, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Política

Câmara dos Deputados elege novos membros da mesa diretora

O deputado Lincoln Portela, do PL de Minas Gerais, foi eleito nessa quarta-feira para o cargo de vice-presidente da Câmara dos Deputados.

Baixar arquivo
Saúde

Centro-oeste tem aumento de 165% dos casos de dengue

Os casos de dengue vêm crescendo no país. O centro-oeste lidera com mais de 855 mil casos prováveis da doença transmitida pelo Aedes Aegypti, segundo o Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisa alerta para publicidade ilegal de fórmulas infantis

Seis em cada dez farmácias e supermercados brasileiros infringem a legislação que regula o marketing de produtos que podem prejudicar a amamentação, diz pesquisa do Observa Infância.

Baixar arquivo
Saúde

Podcast Entrevista é Nacional: Maio Roxo e as doenças intestinais

A campanha Maio Roxo conscientiza a população sobre as doenças inflamatórias intestinais . O médico Idblan Carvalho detalha os sintomas, o caminho até o diagnóstico e o tratamento das doenças de Crohn e da retocolite.

Baixar arquivo