Um em cada quatro brasileiros não possui acesso à internet, e 58% se conectam somente pelo celular

Desigualdade social

Publicado em 27/05/2020 - 07:05 Por Victor Ribeiro - Brasília

Nos últimos dois meses, quando as medidas de afastamento social nos fizeram ficar mais tempo em casa, a internet se tornou uma ferramenta ainda mais presente. Seja para buscar informações, estudar, manter contato com familiares ou fazer compras de alimentos e remédios. Mas 47 milhões de brasileiros não têm essa opção, por falta de acesso à internet. É mais gente desconectada do que toda a população do nosso maior vizinho, a Argentina.


Foi o que mostrou a pesquisa TIC Domicílios 2019, feita de outubro do ano passado a março deste ano e divulgada nessa terça-feira pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil. O coordenador da pesquisa, Fábio Storino, explica que o levantamento mostra um retrato do país no começo da quarentena e evidenciou as diferenças sociais.


A pesquisa TIC Domicílios entrevistou mais de 20 mil pessoas em todo o país. É um levantamento anual, feito há 15 anos. Pela primeira vez, mais da metade dos moradores das áreas rurais tem acesso à internet. Também foi a primeira pesquisa a mostrar que mais da metade da população das classes C, D e E têm acesso à rede.


Como os telefones celulares costumam ser mais baratos que tablets e computadores, estão cada vez mais populares. Dos 134 milhões de usuários de internet no país, 99% acessam a rede por meio de um smartphone.


Fábio Storino destaca que, em alguns grupos sociais, o acesso é feito somente pelo celular.


Apesar do crescimento no uso do celular, os pesquisadores verificaram que, nas casas onde não existe computador, as pessoas costumam ter muito mais dificuldade para trabalhar e, principalmente, para estudar. Isso porque a velocidade da conexão normalmente é muito menor e a tela do aparelho - pequena - prejudica a compreensão do que aparece escrito durante as aulas.


Mas o acesso pelo celular veio para ficar. Fábio Storino comenta que normalmente o acesso à internet é feito em casa mesmo, mas cada vez mais as pessoas fazem isso durante seus deslocamentos.


Completam a lista de lugares onde as pessoas costumam acessar a internet, o local de trabalho, na quarta posição, e os locais públicos de acesso gratuito, como telecentros e bibliotecas, em quinto lugar.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Amapá decreta calamidade pública após salinização do rio Amazonas

Com o decreto, o governo local mobiliza todos os órgãos estaduais para atuarem sob o comando da Defesa Civil na região do Distrito do Bailique. O prazo do estado de calamidade pública é de 180 dias. Estima-se que cerca de 14 mil pessoas de 65 comunidades do arquipélago sejam afetadas pela salinização das águas e erosão das margens do Rio Amazonas.

Baixar arquivo
Segurança

TJRJ inaugura primeiro centro de atenção e apoio às vítimas de crimes

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro inaugurou nesta sexta-feira o primeiro Centro Especializado de Atenção e Apoio às Vítimas de Crimes e Atos Infracionais do país.

Saúde

Prevent Senior assina acordo de conduta com Ministério Público de SP

O Plano de Saúde deverá suspender o uso de medicamentos ineficazes do chamado kit covid, vai ter que publicar em jornais e portais da internet que nunca fez qualquer pesquisa científica para comprovar a eficácia desses medicamentos e está proibido de alterar o código de diagnóstico de covid de pacientes que morreram em decorrência de problemas provocados pela doença.

Baixar arquivo
Economia

Preço da carne no atacado cai, mas valor no varejo ainda continua alto

É que apesar das vendas estarem suspensas para a China, os produtores brasileiros tem guardado as carnes armazenadas em frigoríficos a espera de uma solução para o impasse. Ou seja, não aumentou a oferta do produto no mercado interno.

Baixar arquivo
Economia

Ministros das Comunicações dos Brics querem economia digital inclusiva

Os ministros das Comunicações dos cinco países do Brics assinaram uma declaração conjunta de cooperação internacional para estruturar uma economia digital inclusiva.

Baixar arquivo
Geral

Tanqueiros encerram greve em MG, SP e RJ

A paralisação dos tanqueiros, transportadores de combustíveis e derivados de petróleo, iniciada nessa quinta-feira (21) e encerrada hoje, afetou a distribuição de combustíveis em três estados: Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Baixar arquivo